Compartilhe!

O gol da vitória foi anotado por David, aos 12 minutos do segundo tempo…

O jogo entre América e Bahia de Feira parecia o cenário mais improvável para uma vitória pernambucana na primeira rodada da Série D. Afinal, mesmo com o jogo marcado para o Ademir Cunha, era um duelo entre o vice-lanterna do Pernambucano e o estruturado vice-campeão do Campeonato Baiano. Deu Mequinha.

O time baiano, que decidiu o título da temporada com o Bahia, foi surpreendido pelo jovem time alviverde, cuja base é, literalmente, do Náutico. São 13 jogadores do Sub 20 do timbu, que emprestou até o técnico, Levi Gomes, auxiliar de Márcio Goiano. Enxergo a parceria como algo bem oportuno, driblando as dificuldades financeiras do clube da Estrada do Arraial e dando cancha profissional aos jogadores formados no CT Wilson Campos.

Neste fim de semana, na estreia dos quatro pernambucanos, só América conseguiu vencer, diante de 184 fiéis em Paulista. Triunfo justamente do time local de menor pretensão nesta edição. No post, as imagens do jogos, com o lance (Caio Falcão) e o público (Washington Vaz).

A 1ª rodada dos pernambucanos na Série D de 2019
04/05 – Atlético-CE 1 x 0 Central (Presidente Vargas, grupo A05)
05/05 – América 1 x 0 Bahia de Feira (Ademir Cunha, grupo A06)
05/05 – Acadêmica Vitória 0 x 1 Campinense (Arena Pernambuco, grupo A07)
05/05 – Fluminense de Feira 1 x 1 Salgueiro (Joia da Princesa, grupo A08)

Obs. No Estadual, o Mequinha teve a seguinte campanha: 0V, 1E e 8D. Disparado a pior. Porém, só não foi o lanterna porque o Flamengo de Arcoverde perdeu 13 pontos por escalações irregulares.


Compartilhe!