Compartilhe!

Time profissional do Flamengo faz corrente de oração às vítimas do incêndio.

Em 8 de fevereiro, o Brasil acordou com a notícia de uma tragédia no centro de treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro. Parte do alojamento da base pegou fogo, resultando na morte de 10 jovens do time carioca. À parte da apuração sobre a responsabilidade no incidente, a compaixão esportiva teve alcance mundial.

Inúmeros clubes se mobilizaram com mensagens de apoio ao Flamengo, num simbolismo às famílias e aos milhões de torcedores do rubro-negro, num dia de luto. Não foi diferente no futebol pernambucano, com as primeiras mensagens através da hashtag “ForçaFlamengo”. E o trio de ferro do Recife seguiu com ações particulares – e importantes.

Náutico (08/02)
O alvirrubro compartilhou um vídeo com uma bonita mensagem de Ana Paula Diniz, mãe de Fernando Ferro, volante do Sub 20 do clube. No caso, ela representou outras mães da base do timbu, com apoio às mães das vítimas no Ninho do Urubu.

Santa Cruz (09/02)
Antes do Clássico das Emoções nos Aflitos, pela Copa do Nordeste, os jogadores tricolores entraram em campo com uma camisa especial, preta, demonstrando luto pelo episódio – a camisa foi produzida pela marca Cobra Coral.

Sport (10/02)
Em jogo válido pela 5ª rodada do Estadual, diante do Petrolina, o leão colocou os nomes das dez vítimas nos uniformes oficiais – na estreia do terceiro padrão.

Força aos familiares e a todos aqueles que amam o Flamengo (e o futebol).


Compartilhe!