Compartilhe!

Lançado oficialmente, o Pro Evolution Soccer 2019 chega com foco sobre os mercados periféricos, tentando concorrer com a franquia líder no futebol, o Fifa Football, da EA Sports.

No jogo produzido pela Konami, uma das apostas é no cenário brasileiro, com a Série A licenciada (troféu, bola etc) e cinco clubes exclusivos – não por acaso, os mais populares do país: Flamengo, Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Vasco. Indo além disso, trago aqui alguns detalhes dos quatro clubes nordestinos presentes.

Sport, Bahia, Ceará e Vitória, os representantes da região no Campeonato Brasileiro de 2018, aparecem com força média de 2,0 a 2,5 estrelas. Considerando as médias entre os índices de ataque, meio-campo e defesa, eis a ordem exata:

68,6 – Sport
68,0 – Bahia
66,6 – Ceará
66,3 – Vitória

Sport
Licenciado em 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019

O Sport é o time nordestino mais desatualizado em relação aos uniformes, uma vez que houve a troca de fornecedora de material esportivo, com a Under Armour no lugar da Adidas – cuja coleção 2017/2018 é a base da digitalização. Porém, boa parte do elenco foi licenciado, com nome e imagem – incluindo até gente que deixou o time durante a Série A, como o Henríquez e Anselmo. Neste contexto, chama a atenção a ausência de Magrão, com o genérico ‘A. Lobo’ – em 2017, o goleiro entrou com uma ação contra a EA Sports, do game rival, sobre o uso de sua imagem. Em relação à força, as melhores médias são do zagueiro Ronaldo Alves e do volante Anselmo, ambos com 75 – curiosamente, a saída do segundo derrubou o desempenho da equipe real. Já o dado mais baixo é o do terceiro goleiro, ‘Figueira’, com 65.

Bahia
Licenciado em 2013, 2014, 2015, 2016, 2018 e 2019

O Bahia também apresenta os dois uniformes da linha 2017-2018 – mas ao menos a fornecedora, a Umbro, se manteve durante o returno do Brasileirão, época do lançamento do game. Sobre o elenco, o tricolor foi o único clube da região formado apenas por genéricos. O melhor jogador no PES é o lateral-direito ‘Albuquerque’, cujo rating de 77 é maior entre todos os nomes nordestinos nesta versão. O terceiro goleiro Mendonça aparece como o pior do time, com 10 pontos a menos que Albuquerque.

Ceará
Licenciado em 2019

O Ceará já aparece com o uniforme da linha mais recente da Topper, de 2018/2019. Em relação ao time, o clube alvinegro firmou um licenciamento completo, com todos os jogadores presentes – apesar das chegadas e saídas no Brasileirão (espera-se atualização). O ídolo Ricardinho tem o melhor índice do plantel alvinegro, com 74 – e é, também, o capitão do time. Os piores são o goleiro reserva Fernando Henrique e o ponta direita Rafinha, ambos com 68.  Desde 2008, quando os clubes brasileiros começaram a ser licenciados, esta é a primeira vez em que o Ceará aparece no Pro Evolution Soccer.

Vitória
Licenciado em 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019

O Vitória, outro clube patrocinado pela Topper, já vem com o padrão devidamente atualizado, tanto o titular quanto o reserva. No caso, a versão 2018/2019. O clube também aparece com vários jogadores licenciados – alguns com imagens digitalizadas e outros com fotos digitalizadas. O jogador com o melhor índice no elenco do rubro-negro baiano é o zagueiro Kanu, com 73 – considerando as maiores notas de cada clube do Nordeste, esta é a mais baixa. O terceiro goleiro, Mascarenhas, tem o menor índice, apenas 63.

Confira os detalhes sobre os demais clubes brasileiros no PES 2019 clicando aqui.

Ainda sobre o jogo, a opção de áudio em português traz a narração de Milton Leite (SporTV) e comentários de Mauro Beting (Esporte Interativo), a dupla recorrente no Pro Evolution Soccer. O game está à disposição nas plataformas Playstation 4, Xbox One e PC.


Compartilhe!