Compartilhe!

Guilherme marcou o 12º gol na Série B e empatou com o Broca. Fotos: Anderson Stevens/Sport.

O Sport jogou duas vezes seguidas fora de casa, ambas na própria região, com empates em Salvador e Maceió. Diante do Vitória, o time reagiu no finzinho, numa noite em que pouco fez. Contra o CRB, num confronto direto pelo G4, o time pernambucano flertou com o triunfo, mas faltou precisão nas finalizações para evitar o 1 x 1. Literalmente, pois chegou a ter a bola do jogo, com o centroavante Hernane Brocador acertando a trave numa cobrança de pênaltis aos 32 do segundo tempo.

A frustração pelo resultado se dá, de fato, pelo 2T. Embora tenha ido ao intervalo em vantagem, o Sport foi muito mal na primeira metade da partida. Sem mobilidade, quase não atacou. Na verdade, o time parecia mais concentrado em cometer faltas (13). Quando resolveu utilizar a qualidade técnica, chegou lá. Numa trama com a participação de vários jogadores, o leão abriu o placar aos 39. Guilherme recebeu o passe de Carmona (titular no lugar de Leandrinho, machucado) e finalizou bem. Pois aquela foi a única finalização do visitante.

Não tinha como manter essa postura passiva no 2T. Havia espaço para jogar mais, para jogar melhor. Mesmo sem mudanças, o time melhorou e teve três boas chances em 5 minutos, já dando uma cara nova. Ao longo da etapa complementar, foram 8 finalizações, contra 6 do alvirrubro alagoano – no geral, 10 x 9 pró-mandante. Porém, o sistema defensivo voltou a falhar. Pela 7ª rodada consecutiva, o time sofreu um gol – o que deixa claro que o ataque precisa fazer pelo menos dois para vencer, dificultando bastante o desempenho.

Com Alisson Farias, ex-Sport, ganhando todas no lado de Raul Prata, o CRB chegou ao ataque. Marcou com Cariús, mas viu nas outras vezes o goleiro Mailson seguro. Do outro lado, porém, faltou o último passe, algo difícil com Marcinho e Léo Artur, que entraram mal. O jeito foi se contentar com mais um empate, o 13º em 27 partidas. Na volta para a Ilha do Retiro, dois jogos em uma semana, vs São Bento (11/10) e vs Cuiabá (14/10). Sem direito a empate…

Sport na Série B de 2019
Mandante (13 jogos, 24 pts e 61.5%): 6V, 6E e 1D
Visitante (14 jogos, 22 pts e 52.3%): 5V, 7E e 2D

Escalação do Sport (melhor: Guilherme; piores: 1 Marcinho, 2 Brocador, 3 Prata)
Mailson; Prata, Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias, Charles e Pedro Carmona (Léo Artur, 20/2T); Yan (Marcinho, 2/2T), Brocador (Elton, 42/2T) e Guilherme. Técnico: Guto Ferreira

Escalação do CRB (melhor: Alisson Farias; pior: Victor Ramos)
Fernando Henrique; Daniel Borges, Wellington, Victor Ramos e Igor; Claudinei; Hugo Sanches (Willian Santana, 14/2T), Iago (Willie, 29/2T), Lucas Siqueira e Alisson Farias; Léo Ceará (Edson Cariús, 13/2T). Técnico: Marcelo Chamusca

Histórico geral de CRB x Sport (todos os mandos)
42 jogos
19 vitórias rubro-negras (45,2%)
16 empates (38,0%)
7 vitórias alagoanas (16,6%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami e Fred Figueiroa):


Compartilhe!