Compartilhe!

O Clássico das Emoções em uma versão inédita, valendo pela Copa do Brasil, acabou gerando um patrocínio extra para tricolores e alvirrubros. E a curiosidade vem da origem da parceria.

Com a disputa de uma premiação de R$ 1,45 milhão, correspondente à presença na 3ª fase do torneio, o jogo no Arruda acabou apelidado de “Clássico do Milhão”. Os clubes entraram na onda e, de forma pontual, firmaram um acordo com a indústria de alimentos São Braz, que estampou nas costas das camisas o produto “Novomilho”, uma farinha de milho flocada. Horas antes de a bola rolar, foram divulgadas imagens dos uniformes principais de Santa e Náutico com a marca. Porém, ambos atuaram com os padrões reservas – abaixo, o registro do fotógrafo Léo Lemos.

Além do motivo peculiar, também vale o destaque para a ação conjunta dos clubes, que souberam capitalizar a imagem (e a rivalidade) numa partida de grande atenção, em horário nobre na Globo Nordeste. Em janeiro, o blog havia tocado no assunto após o patrocínio em conjunto anunciado por Ceará e Fortaleza, em contraponto ao longo hiato pernambucano – considerando o trio, desde 2008. Embora este tenha sido pontual, abre-se um caminho…

O slogan foi o seguinte: “Pra correr atrás do milhão, toda a energia de Novomilho”.

Obs. Sobre o tal milhão, deu Santa Cruz, com a transmissão na TV indo além dos 90 minutos

Leia mais sobre o assunto
Nos pênaltis, Santa elimina o Náutico e já soma R$ 2,6 milhões na Copa do Brasil

Ceará e Fortaleza firmam patrocínio em conjunto. E no Recife?


Compartilhe!