Compartilhe!

Deu a lógica no Campeonato Cearense de 2019. Se o Clássico-Rei já é a final mais recorrente ao longo dos anos, imagine com os dois em alta, integrando a Série A. Portanto, o duelo entre Ceará e Fortaleza vale justamente a afirmação deste momento. E ambos tiveram capacidade de investimento, com orçamentos recordes, sendo R$ 70 mi no vozão e R$ 56 mi no leão. Trabalho pensado já pela proximidade da dura elite nacional. Antes, dois domingos no Castelão, nos dias 14 e 21 de abril, com a rivalidade centenária movimentando a capital.

Na semifinal, o Fortaleza venceu o Guarany de Sobral, lá e lô, e ficou no aguardo do adversário, com o Ceará confirmando o favoritismo diante do Floresta (2 x 2 e 3 x 0). Porém, com a melhor campanha geral (19 pts x 17 pts), o alvinegro tem a considerável vantagem de dois resultados iguais na final – em caso de empate em pontos e saldo. Nos dois jogos anteriores no ano, um pelo Estadual e outro pelo Nordestão, dois empates.

Ou seja, há uma tendência de equilíbrio técnico – embora, na minha visão, o time do Ceará seja tecnicamente melhor. O psicológico deve influenciar bastante, com o leão do pici embalado pela semifinal regional, sendo o atual favorito, enquanto o rival acabou superado dentro de casa, diante de 34 mil pessoas. Trabalho então para os treinadores Rogério Ceni e Lisca, dois dos principais personagens desta final.

Obs. Na história, esta será a 32ª decisão envolvendo os clubes, com vantagem alvinegra (18 x 13). Para algumas fontes, esta será a 37ª final. Embora outros clássicos tenham definido o título, os jogos ocorreram em finais de turnos, com um dos times ganhando a competição de forma direta. Não considerei este cenário, aplicando o mesmo critério do histórico do futebol pernambucano.

Títulos cearenses em finais com o Clássico-Rei
Ceará (18x): 1918, 22, 25, 62, 71, 72, 75, 76, 77, 78, 86, 90, 97, 2002, 06, 12, 14 e 18

Fortaleza (13x): 1924, 33, 59, 64, 74, 85, 87, 91, 2000, 04, 09, 10 e 15

A cronologia das finais com o Clássico-Rei (entre parênteses, o scout de títulos)
1918 – Ceará (C 1 x 0) – 2 x 0
1922 – Ceará (C 2 x 0) – placar n/d
1924 – Fortaleza (C 2 x 1) – placar n/d
1925 – Ceará (C 3 x 1) – placar n/d
1933 – Fortaleza (C 3 x 2) – 1 x 1 e 2 x 1
1959 – Fortaleza (3 x 3) – 1 x 0, 1 x 1 e 0 x 0
1962 – Ceará (C 4 x 3) – 3 x 1
1964 – Fortaleza (4 x 4) – 2 x 0
1971 – Ceará (C 5 x 4) – 1 x 0, 0 x 0 e 2 x 2
1972 – Ceará (C 6 x 4) – 1 x 1
1974 – Fortaleza (C 6 x 5) – 1 x 0 e 3 x 1
1975 – Ceará (C 7 x 5) – 0 x 2 e 2 x 0
1976 – Ceará (C 8 x 5) – 1 x 1
1977 – Ceará (C 9 x 5) – 0 x 0
1978 – Ceará (C 10 x 5) – 1 x 0
1985 – Fortaleza (C 10 x 6) – 0 x 0
1986 – Ceará (C 11 x 6) – 1 x 0 e 2 x 1
1987 – Fortaleza (C 11 x 7) – 0 x 0
1990 – Ceará (C 12 x 7) – 2 x 0 e 1 x 2
1991 – Fortaleza (C 12 x 8) – 0 x 0 e 1 x 1
1997 – Ceará (C 13 x 8) – 0 x 0 e 3 x 2
2000 – Fortaleza (C 13 x 9) – 1 x 1
2002 – Ceará (C 14 x 9) – 1 x 1
2004 – Fortaleza (C 14 x 10) – W.O. (via STJD)
2006 – Ceará (C 15 x 10) – 1 x 0 e 1 x 0
2009 – Fortaleza (C 15 x 11) – 2 x 1 e 1 x 1
2010 – Fortaleza (C 15 x 12) – 1 x 0 e 1 x 2 (pênaltis, 3 x 1)
2012 – Ceará (C 16 x 12) – 0 x 0 e 1 x 1
2014 – Ceará (C 17 x 12) – 0 x 0 e 0 x 0
2015 – Fortaleza (C 17 x 13) – 2 x 1 e 2 x 2
2018 – Ceará (C 18 x 13) – 2 x 1 e 2 x 1
2019 – a disputar

Histórico de confrontos no Clássico-Rei (1918-2019)
571 jogos
194 vitórias alvinegras
204 empates
173 vitórias tricolores

Leia mais sobre o assunto
Em alta, o Clássico-Rei completa 100 anos com duelo programado na Série A

Transmissão do Clássico-Rei liderou a audiência média no país em 10/03, via Ibope


Compartilhe!