Compartilhe!

Mourão Panda/América

Até os 43 minutos do segundo tempo, o Sport perdia do América Mineiro, no Independência, e ia entrando na zona de rebaixamento da Série B após a 4 rodadas. A pressão na campanha já era real. Agora, coloque mais alguns minutos nesta história, com uma virada incrível e dez posições na tabela, subindo do 17º para o 7º lugar, agora com outro viés, a um ponto do G4.

O resultado obtido de última hora em BH foi o desfecho surpreendente de um jogo truncado, com oscilações. No 1T, o América foi mais incisivo, com as melhores chances de gol, três delas com o atacante Felipe Azevedo (aquele mesmo, ex-Sport). Acertou o travessão uma vez e exigiu duas ótimas defesas de Mailson na sequência. Quanto ao Sport, troca de passes, vários deles no campo defensivo, em busca de espaço.

Até o intervalo, o scout de passes certos apontava 154 x 87 a favor do leão. Cruzando este dado, nota-se que o jogo à frente foi escasso, com o visitante tendo uma chance real só aos 46 minutos, com Guilherme pegando um rebote em ótima condição. Tirou do goleiro, mas o zagueiro Paulão salvou. Se o América, que ainda não havia balançado as redes no Campeonato Brasileiro, foi ineficiente nas conclusões, o Sport foi improdutivo na criação. O empate parecia justo – no caso do Sport, seria o 4º (!).

No 2T, o jogo caiu, mas ao menos o Sport passou a ter mais o controle, ficando mais adiantado, embora continuasse trombando lá na frente – sobretudo pela má atuação do Brocador. O leão chegou a ter 60% de posse de bola diante de um adversário tecnicamente inferior. Porém, bastou um vacilo para Ademir – que acabar de entrar – abrir o placar. Mesmo cercado por três rubro-negros, ele acertou o canto de Mailson.

Em desvantagem, Guto enfim mudou de forma prática, tirando João Igor, que abusou dos erros na saída de bola, e o próprio Hernane, que não finalizou uma vez. Entraram Leandrinho e Elton. Pouco antes já havia acionado o ponta Hyuri, estreante. E os três foram decisivos na vitória. Aos 43, Elton sofreu o pênalti (claríssimo), com Guilherme convertendo. Aos 49, com o Sport se lançando todo ao ataque, Leandrinho deu uma enfiada de bola sensacional para Hyuri, que recebeu livre e virou o jogo, 2 x 1. Para mudar o humor do torcedor do Sport…

Escalação do Sport (melhores: 1 Hyuri, 2 Elton, 3 Mailson; pior: Brocador)
Mailson; Norberto, Thyere, Adryelson e Sander; Charles, João Igor (Leandrinho, 32/2T) e Sammir (Hyuri, 25/2T); Guilherme, Brocador (Elton, 32/2T) e Ezequiel. Técnico: Guto Ferreira

Escalação do América-MG (melhor: Felipe Azevedo; pior: Pedrão)
Jori; Leandro Silva, Paulão, Pedrão e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e França; Neto Berola (Everton Morelli, 9/2T), Felipe Azevedo (Ademir, 19/2T) e Belusso. Técnico: Barbieri

Histórico de América-MG x Sport (todos os mandos)
24 jogos
9 vitórias rubro-negras (37,5%)
7 empates (29,1%)
8 vitórias mineiras (33,3%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami e Fred Figueiroa):

Mourão Panda/América


Compartilhe!