Compartilhe!

Sport (2007), Náutico (2011) e Santa (2012) festejando os seus últimos títulos da Copa Pernambuco.

Após sete anos na “geladeira”, a Copa Pernambuco voltará a ser disputada. A competição criada em 1994, inicialmente para movimentar os clubes do interior, será reativada para preencher o calendário de clubes à parte da Série A2 de 2019, cujo número de participantes caiu de 19 para 8, devido à falta de laudos técnicos nos estádios. Enquanto a segundona vai de julho a outubro, a copa estadual deve ir de agosto a setembro.

A notícia foi veiculada inicialmente pelo Pesqueira, um dos nove excluídos de última hora. No caso, a disputa também contaria com o trio de ferro, que inclusive venceu as últimas seis edições, entre 2007 e 2012 – na maioria das vezes, com times reservas (ou com juniores), o que acabou desvirtuando o propósito da competição oficial. Entrei em contato com a FPF e obtive a confirmação da volta nesta temporada.

A diretoria de competições da federação ainda irá divulgar a lista de participantes, mas a tendência é que seja “semiprofissional”, caso das últimas edições. Ao todo foram 18 torneios, com 9 campeões diferentes. No último ano, em 2012, a FPF chegou a anunciar que o campeão passaria a ganhar vaga na Copa do Brasil, mas a ideia não saiu do papel e a Copa PE foi descontinuada logo após a menor disputa da história, com apenas um mês e 20 jogos. Já como exemplo bem sucedido, na região, vale citar o Ceará, onde ocorre a Copa Fares Lopes, que premia o vencedor com a vaga na competição nacional – o que na prática significa um aporte de ao menos R$ 525 mil, a menor cota de participação na Copa do Brasil.

Curiosidade 1: A ideia da FPF é que a Copa PE funcione nos próximos anos como classificatório à A2, que ficaria com 10 times. Porém, o torneio permaneceria aberto, com times de todas as séries.

Curiosidade 2: O recorde de público e renda da Copa PE ocorreu na final de 2009 – ao vivo na Globo. A vitória do Santa sobre o Central teve um borderô com 17.571 torcedores e R$ 125.285.

Campeões da Copa Pernambuco
4x – Manchete* (1996, 1997, 2000 e 2002)
4x – Santa Cruz (2008, 2009, 2010 e 2012)
3x – Sport (1998, 2003 e 2007)
2x – Vitória (1995 e 2004)
1x – Ypiranga (1994)
1x – Porto (1999)
1x – Central (2001)
1x – Salgueiro (2005)
1x – Náutico (2011)
* O clube foi campeão como Recife FC, mas mudou de nome em 2005

Os maiores públicos da Copa Pernambuco
1º) 17.571 – Santa Cruz 4 x 3 Central (Arruda, 28/11/2009)*
2º) 8.015 – Santa Cruz 4 x 0 Atlético-PE (Arruda, 02/07/2008)*
3º) 5.820 – Santa Cruz 3 x 3 Sport (Arruda, 28/11/2010)
4º) 5.000 – Náutico 1 x 2 Sport (Aflitos, 12/11/2007)*
5º) 2.644 – Central 2 x 2 Santa Cruz (Lacerdão, 22/11/2009)
* A decisão do torneio

Leia mais sobre o assunto
Processo de habilitação para a Série A2 elimina 9 dos 17 clubes. Pressão?

A primeira ideia da FPF (já datada) para a composição de uma 3ª divisão


Compartilhe!