Compartilhe!

O “Dia do Nordestino” foi oficializado na cidade São Paulo para ser celebrado em 8 de outubro através da lei nº 14.952, em 13 de julho de 2009. Na ocasião, marcava o centenário do nascimento de Antônio Gonçalves da Silva, mais conhecido como “Patativa do Assaré”, poeta popular, compositor e cantor cearense. E a data acabou sendo uma homenagem ao principal destino de migrantes do Nordeste. Gente que deixou sua terra em busca de dias melhores.

Segundo dados do IBGE de 2015, através da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), são 5,6 milhões de nordestinos morando no estado paulista, o que corresponde a 12,66% da população – no Rio de Janeiro, o segundo colocado neste contexto, há 1,2 milhão.

Portanto, é uma forma (simples) de homenagear uma parcela considerável população, que também ajudou a construir o estado mais forte do país, assim como as suas tradições. Com quase uma década em vigor, a data acabou se popularizando e sendo reconhecida nos estados da própria região. Um exemplo disso é a exaltação dos principais clubes nordestinos ao dia, com postagens publicadas em seus perfis oficiais nas redes sociais, com direito à hashtag #DiaDoNordestino.

“Eu sou de uma terra que o povo padece, mas não esmorece e procura vencer!”

Frase da Patativa do Assaré…

Abaixo, alguns exemplos dos clubes.

ABC

América de Natal

Bahia

Ceará

Ferroviário

Fortaleza

Santa Cruz

Vitória


Compartilhe!