Compartilhe!

A Copa do Mundo de 2018, na Rússia, é a 21ª da história, tendo como marca a tentativa dos sul-americanos de quebrar a sequência europeia de três títulos – com outros continentes num contexto ainda inédito. Em taças, Uefa 11 x 9 Conmebol. De fato, ao longo de 84 anos, entre 1930 e 2014, muitas finais entraram para a história do futebol, com lembranças rememoradas.

Pelo maior número de gols, pela consagração de um craque, pela reviravolta, pelo torcida presente, pela festa, por erro de decisivo da arbitragem etc.

Neste vídeo, portanto, um debate sobre a maior decisão – até mesmo o que seria maior (ou melhor?) entrou na pauta. Participei da gravação com os amigos João de Andrade Neto e Rafael Brasileiro, com filmagem e edição da Cubo Possibilidades. Ao todo, 41min44s de história e muita resenha, com um veredito, claro.

Entre as vinte decisões realizadas, foram pré-selecionadas sete. Imagina quais são? No fim da gravação ainda surgiu uma enquete surpresa (e necessária). Assista!

As decisões da Copa do Mundo (entre parênteses, o palco e o público)
1930 – Uruguai 4 x 2 Argentina (Centenário, Montevidéu: 68.346)
1934 – Itália 2 x 1 Tchecoslováquia (Nazionale, Roma: 55.000)
1938 – Itália 4 x 2 Hungria (Colombes, Paris: 45.000)
1950 – Uruguai 2 x 1 Brasil (Maracanã, Rio de Janeiro: 173.850)
1954 – Alemanha 3 x 2 Hungria (Wankdorf, Berna: 62.500)
1958 – Brasil 5 x 2 Suécia (Rasunda, Estocolmo: 49.737)
1962 – Brasil 3 x 1 Tchecoslováquia (Nacional, Santiago: 68.679)
1966 – Inglaterra 4 x 2 Alemanha (Wembley, Londres: 96.924)
1970 – Brasil 4 x 1 Itália (Azteca, Cidade do México: 107.412)
1974 – Alemanha 2 x 1 Holanda (Olympiastadion, Munique: 78.200)
1978 – Argentina 3 x 1 Holanda (Monumental de Nuñez, Buenos Aires: 71.483)
1982 – Itália 3 x 1 Alemanha (Santiago Bernabéu, Madrid: 90.000)
1986 – Argentina 3 x 2 Alemanha (Azteca, Cidade do México: 114.600)
1990 – Alemanha 1 x 0 Argentina (Olimpico, Roma: 73.603)
1994 – Brasil (3) 0 x 0 (2) Itália (Rose Bowl, Pasadena: 94.194)
1998 – França 3 x 0 Brasil (Stade de France, Saint-Denis: 80.000)
2002 – Brasil 2 x 0 Alemanha (Estádio Internacional, Yokohama: 69.029)
2006 – Itália (5) 1 x 1 (3) França (Olympiastadion, Berlim: 69.000)
2010 – Espanha 1 x 0 Holanda (Soccer City, Johannesburgo: 84.490)
2014 – Alemanha 1 x 0 Argentina (Maracanã, Rio de Janeiro: 74.738


Compartilhe!