Compartilhe!

Yane (2007), Etiene (2015), Yane (2015) e Etiene (2019). Os triunfos individuais de PE no Pan.

Em Toronto, Etiene Medeiros tornou-se a primeira nadadora brasileira a conquistar uma medalha de ouro em prova individual nos Jogos Pan-Americanos. Em Lima, quatro anos depois, a pernambucana repetiu o feito, mas em outra prova. Em vez dos 100m costas, nadou nos 50m no estilo livre, mostrando explosão.

Assim, a nadadora, hoje com 28 anos, se igualou à pentatleta Yane Marques, outra pernambucana a ganhar dois ouros em provas individuais no Pan. Em 2015, Etiene chegou a empatar em “1 x 1” por um dia, em 17 de julho. No entanto, Yane desempatou no dia seguinte, ganhando o bi no pentatlo moderno. Contabilizando as outras medalhas, prata e bronze, Etiene já soma quatro em provas individuais (2 ouros, 1 prata e 1 bronze). Está a um pódio de Joanna Maranhão, ainda a recordista da terrinha neste contexto – Etiene terá 32 anos no Pan de 2023, em Santiago, possivelmente com nível competitivo.

É importante ressalvar o contexto de “provas individuais”, uma vez que outros atletas pernambucanos já conquistaram o título pan-americano, como Samira Rocha (handebol f.), JP Batista (basquete m.), Bárbara (futebol f.) e Bruno Santana (handebol m.) em 2015 e Renata Arruda (handebol f.) em 2019, para citar as medalhas de ouro nas duas últimas edições.

As medalhas de ouro de Pernambuco em provas individuais no Pan
23/07/2007 – Yane Marques (pentatlo moderno)
17/07/2015 – Etiene Medeiros (natação) – 100m costas (59s51)
18/07/2015 – Yane Marques (pentatlo moderno)
09/08/2019 – Etiene Medeiros (natação) – 50m livre (24s88)

O histórico de pódios individuais de Pernambuco no Pan (ouro, prata e bronze)
1999 – 0-1-0 (1 medalha*)
2003 – 0-0-2 (2 medalhas)
2007 – 1-2-0 (3 medalhas)
2011 – 0-2-1 (3 medalhas)
2015 – 2-3-2 (7 medalhas)
2019 – 1-0-2 (3 medalhas)
* A prata saiu no vôlei de praia, com a dupla formada por dois pernambucanos

Total em 6 edições: 4-8-7 (19 medalhas)

As medalhas individuais de atletas pernambucanos nos Jogos Pan-Americanos:

1999 (1 medalha em Winnipeg-CAN)
Prata – Lula/Francismar (vôlei de praia)

2003 (2 medalhas em Santo Domingo-DOM)
Bronze – Joanna Maranhão (natação; 400m medley)
Bronze – Emmanuel Santana (caratê; 74kg)

2007 (3 medalhas no Rio de Janeiro-BRA)
Ouro – Yane Marques (pentatlo moderno)
Prata – Keila Costa (atletismo; salto triplo)
Prata – Keila Costa (atletismo; salto em distância)

2011 (3 medalhas em Guadalajara-MEX)
Prata – Joanna Maranhão (natação; 400m medley)
Prata – Yane Marques (pentatlo moderno)
Bronze – Joanna Maranhão (natação; 200m medley)

2015 (7 medalhas em Toronto-CAN)
Ouro – Etiene Medeiros (natação; 100m costas)
Ouro – Yane Marques (pentatlo moderno)
Prata – Etiene Medeiros (natação; 50m livre)
Prata – Erica Sena (atletismo; marcha atlética, 20 km)
Prata – Keila Costa (atletismo; salto triplo)
Bronze – Joanna Maranhão (natação; 200m borboleta)
Bronze – Joanna Maranhão (natação; 400m medley)

2019 (3 medalhas em Lima-PER)
Ouro – Etiene Medeiros (natação; 50m livre)
Bronze – Etiene Medeiros (natação; 100m costas)
Bronze – Erica Sena (atletismo; marcha atlética, 20 km)


Compartilhe!