Compartilhe!

Paolo Guerrero (35 anos) e Lucho González (38 anos), destaques do colorado e do furacão.

Em 2019, veremos o encerramento de jejum de títulos nacionais através da Copa do Brasil. Finalista do torneio pela segunda vez, o Athletico busca a sua segunda estrela dourada, numa espera desde o Brasileirão de 2001 – ou 18 anos. Finalista da copa pela terceira vez, o Internacional tentará a 5ª taça de uma competição nacional de elite, com a última em 1992, quando obteve a sua única Copa do Brasil – ou seja, 27 anos.

Neste cenário, a decisão da 31ª edição do mata-mata nacional ainda conta com a vaga na Libertadores e a premiação recorde de R$ 52 milhões! O curioso é que o Grenal parecia encaminhado após os jogos de ida da semi, pois gremistas e colorados saíram vencedores. Na volta, a parte vermelha de Porto Alegre fez a sua parte, com outra vitória sobre o Cruzeiro – na verdade, goleando por 3 x 0 (Guerrero 2x e Edenílson).

Àquela altura, o adversário já era conhecido, pois o Athletico Paranaense eliminou a parte azul da capital gaúcha duas horas antes. No tempo normal, devolveu o 2 x 0, com gols de Nikão e Marco Ruben. Nos pênaltis, 5 x 4, com o goleiro Santos pegando a última cobrança, de Pepê – displicente. Ou seja, o CAP eliminou em sequência os dois semifinalistas da Libertadores, mostrando a casca de um time que se firma a cada ano entre os maiores do país. Final no Sul.

As finais serão nas duas próximas quartas-feiras, dias 11 e 18 de setembro. Mando a definir.

Campanhas dos finalistas
Internacional – 6 jogos, 5V, 0E e 1D; 9 GP e 2 GC
– Eliminou Paysandu (oitavas), Palmeiras (quartas) e Cruzeiro (semi)
– Volta à final da Copa do Brasil após 10 anos
– Tem 4 títulos nacionais (Série A em 1975, 1976 e 1979; Copa do Brasil em 1992)

Athletico-PR – 6 jogos, 2V, 3E e 1D; 5 GP e 4 GC
– Eliminou Fortaleza (oitavas), Flamengo (quartas) e Grêmio (semi)
– Volta à final da Copa do Brasil após 6 anos
– Tem 1 título nacional (Série A em 2001)

As cotas de Inter e CAP na Copa do Brasil 2019*
R$ 2,50 mi – Oitavas
R$ 3,15 mi – Quartas
R$ 6,70 mi – Semifinal
Valor acumulado: R$ 12,35 milhões, cada
* Devido à campanha na Libertadores, ambos estrearam nas oitavas (a 5ª fase)

A última cota em disputa
R$ 52 milhões – campeão
R$ 21 milhões – vice

Até hoje, 24 clubes já chegaram à final da Copa do Brasil. Do Nordeste, com três times envolvidos, foram 2 finais com PE, 1 com o CE e 1 com a BA. Ao todo, 15 clubes diferentes já ficaram com a taça. Na região, apenas um, em 2008. Abaixo, o ranking de finalistas.

Nº de aparições na final de 1989 a 2019, por clube (títulos entre parênteses)
8 – Cruzeiro (6); Grêmio (5)
7 – Flamengo (3)
6 – Corinthians (3)
4 – Palmeiras (3)
3 – Fluminense (1) e Internacional (1)
2 – Sport (1), Vasco (1), Santos (1) e Atlético-MG (1); Coritiba (0) e Athletico-PR (0)
1 – Criciúma (1), Juventude (1), Santo André (1) e Paulista (1); Goiás (0), Ceará (0), Botafogo (0), São Paulo (0), Brasiliense (0), Figueirense (0) e Vitória (0)

Nº de aparições na final de 1989 a 2019, por estado (títulos entre parênteses)
15 – São Paulo (9)
13 – Rio de Janeiro (5)
12 – Rio Grande do Sul (7)
10 – Minas Gerais (7)
4 – Paraná (0)
2 – Pernambuco (1) e Santa Catarina (1)
1 – Bahia (0), Brasília (0), Ceará (0) e Goiás (0)


Compartilhe!