Compartilhe!

Léo Lemos/Náutico

Obs. Não pude assistir ao jogo. Por isso, o texto relata apenas o contexto da competição.

Abrir 2 x 0 em meia hora, diante de um adversário acessível, e terminar com um empate, tomando um gol aos 44 do segundo tempo, é algo bem frustrante. Ao Náutico, vaiado após o 2 x 2 com o Globo do Rio Grande do Norte, o resultado acabou custando o lugar no G4 – uma vez que logo depois o Santa foi a campo e venceu no interior maranhense, ultrapassando o rival (9 x 8).

No alvirrubro, o sábado ainda foi impactado pelo DM, com as lesões do lateral-esquerdo Assis (ombro) e do atacante Jorge Henrique (tornozelo) – ou seja, maturação da equipe parece não chegar nunca. O timbu só volta a jogar dentro de nove dias. Até lá, tempo suficiente para assimilar os gols de Negueba, com a Série C exigindo atenção até o fim – o favoritismo se justifica no apito final.

No grupo A, formado apenas por nordestinos, o Náutico já disputou 1/3 da tabela da primeira fase. Com 6 jogos, esperava-se uma pontuação maior, proporcional ao favoritismo do clube. Até aqui, entretanto, o time, que já mudou de treinador, segue como um candidato.

Escalação do Náutico (Gols de Thiago e Assis no 1T)
Bruno; Krobel, Sueliton, Camutanga e Assis (Hereda); Josa, Luiz Henrique e Danilo Pires; Fábio Matos (Jorge Henrique), Wallace PE e Thiago. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Escalação do Globo (Gols de Negueba no 2T)
Wadson; Glaubinho, Lucão, Alexandre e Nininho; Negueba, Jardel (Hudson) e Ramon; Chiclete, Cristiano Sergipano e Lauder (Jean Natal). Técnico: Higor César

Os confrontos até hoje, todos pela Série C (1V do timbu e 2E)
27/05/2018 (C) – Náutico 2 x 0 Globo (Arena PE)
27/07/2018 (F) – Náutico 1 x 1 Globo (Barrettão)
01/06/2019 (C) – Náutico 2 x 2 Globo (Aflitos)

A análise do Podcast 45 Minutos (do minuto 1 ao 20):

Léo Lemos/Náutico


Compartilhe!