Compartilhe!

Léo Lemos/Náutico

O Náutico quis jogo no Castelão. Isso num cenário de pressão neste momento do campeonato, diante do líder Ferroviário e obrigado a vencer – até esta partida, 8 pontos separavam os times. Em números frios, a disposição pode ser vista através das faltas cometidas, com 21 x 8 para o mandante. Não que o visitante tenha marcado mal, até porque o volante paraguaio Jiménez foi incansável. Mas, sim, porque realmente buscou o resultado.

Embora o scout de finalizações tenha apontado 10 x 8 para o Ferrão, o Náutico teve volume. Um exemplo disso está num lance que não contou como “chute”, numa investida de Matheus Carvalho aos 15 minutos, entrando na diagonal. Ninguém chegou para escorar, com a bola passeando na cara do gol. Ao longo da noite, o Ferroviário assustou, mas não mostrou o domínio visto em outros duelos contra os pernambucanos – até então, somava 3 vitórias em 3 jogos nesta Série C.

Com a partida entrando na reta final, Dal Pozzo promoveu duas alterações ofensivas, enxergando a chance de buscar algo mais longe do Recife. Tentou, mas o empate prosseguiu até os 46 minutos – àquela altura, pela luta, já estava valendo. Só que o time conseguiu levantar uma bola na área, com Wallace Pernambucano fazendo o pivô de costas, mesmo caído após ser agarrado. Atento, Matheus Carvalho apareceu para concluir de voleio. Um golaço, com 0 x 1 recolocando o Náutico numa condição mais favorável – tem a mesma campanha do 4º lugar, 18 pontos, atrás apenas no saldo, 5 x 1. Agora, dois jogos nos Aflitos…

Escalação do Náutico (melhores: 1 Matheus, 2 Jiménez)
Jefferson; Hereda, Rafael Ribeiro (Diego, 16/1T), Camutanga e Willian Simões; Jiménez, Danilo Pires (Jhonnatan, 36/2T) e Matheus Carvalho; Thiago, Wallace PE e Jefferson Nem (Álvaro, 19/2T). Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Escalação do Ferroviário-CE (piores: Jean Henrique e Arcanjo)
Nícolas; Jean Henrique (Isaac, 46/2T), Afonso, Da Silva e Michael; Mazinho, Leanderson (Esquerdinha, 39/2T), Juninho Arcanjo (Juninho RN, 18/2T) e Janeudo; Jefferson Caxito e Edson Cariús. Técnico: Leandro Campos

Histórico geral de Ferroviário-CE x Náutico (todos os mandos)
14 jogos
9 vitórias alvirrubras (64,2%)
2 empates (14,2%)
3 vitórias cearenses (21,4%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Clauber Santana, João Pereira e Rafael Brasileiro):

Léo Lemos/Náutico


Compartilhe!