Compartilhe!

Andrei Torres/ABC FC

Pouco futebol em Natal, justamente no confronto mais valioso da temporada.

Num duelo de 180 minutos, o Santa Cruz “optou” por não jogar futebol durante 1/4. Logo no início do confronto, com uma postura extremamente precavida, basicamente voltada para a marcação. O scout de 7 x 1 em finalizações mostra que não adiantou tanto – tendo como como grande chance o escorregão de Augusto. Na segunda etapa, a partida foi mais equilibrada, com o time pernambucano passando a exigir do ABC, a fazer com que o time potiguar ficasse no limite do erro.

Não por acaso, o visitante conseguiu criar algumas oportunidades, ambas com Allan Dias. A primeira delas desperdiçada na pequena área, de forma inacreditável, e a segunda convertida, mas anulada pela arbitragem por uma falta (decisão bem questionável). Num mata-mata, parecia algo mais lógico essa busca pelo resultado, até que Leston passou a focar, mais uma vez, num desempenho de contenção, estático em campo. O gol do centroavante Rodrigo Rodrigues, já aos 35 minutos, não saiu porque o volante Charles entrou no lugar do ponta Augusto, creio, mas expõe uma atuação que passou longe do perfil que o jogo exigia.

Derrota justa no Frasqueirão, com o o ABC tendo o empate dentro de uma semana, no Arruda. Num jogo valendo R$ 1,9 milhão e a vaga na 4ª fase da Copa do Brasil. Cabe ao Santa “escolher” o que pretende até lá, sobretudo ofensivamente, com enorme queda de produção – fez só 1 gol de bola rolando nos últimos 10 jogos, e mais 6 na bola parada. Faltam 90 minutos.

Obs. Na 2ª fase, Santa e Náutico fizeram um acordo para dividir a cota, com o classificado levando 60% e o eliminado 40%. Desta vez, é tudo ou nada em relação à premiação.

Escalação do Santa (melhor: 1 Anderson; piores: 1 Luiz Felipe, 2 Italo, 3 Augusto)
Anderson; Marcos Martins, João Victor, William Alves e Carlos Renato; Lorenzi, Ítalo (Lucas Gonçalves, 37/2T) e Allan Dias; Luiz Felipe (Jô, 17/2T), Pipico e Augusto (Charles, 25/2T). Técnico: Leston Júnior

Escalação do ABC (melhores: 1 Rodrigo, 2 Wanderson)
Edson; Ivan, Maurício, Adalberto e Evandro; Valdemir, Guedes e Xavier (Anderson, 25/2T); Eder (Wanderson, 33/2T), Rodrigo Rodrigues e Luan (Adrian, 38/2T). Técnico: Ranielle Ribeiro

Histórico geral de ABC x Santa Cruz (todos os mandos)
56 jogos
28 vitórias tricolores (50,0%)
10 empates (17,8%)
18 vitórias potiguares (32,1%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, João Pereira e Rafael Brasileiro):

Andrei Torres/ABC FC


Compartilhe!