Compartilhe!

Texto e dados atualizados até 6 de janeiro de 2018

A cada ano, após a final, é praxe a escolha dos onze melhores jogadores do Campeonato Pernambucano. Alguns renomados, incontestáveis. Outros de brilho fugaz, surpreendentes. Todos eles numa equipe ideal considerando o melhor futebol apresentado na competição. Embora o Estadual tenha mais de 100 edições disputadas, somente em 2003 surgiu uma “seleção oficial”, oficializada pela FPF através do Troféu Lance Final, evento organizado pela Rede Globo até 2016. Em 2017, após uma competição desorganizada, a emissora optou por não fazer a seleção, voltando a divulgá-la em 2018, mas sem a festa para a entrega das premiações.

Portanto, em 15 edições, foram 165 premiações aos nomes mais votados em cada posição, na maioria das vezes considerando a clássica formação 4-4-2 , com o 4-3-3 sendo adotado só em 2018 – lista completa abaixo, incluindo o ranking. Ao todo, onze clubes foram agraciados, com o Sport sendo o recordista de indicações, com 64 prêmios (38,7% do total). Nesta conta, 124 jogadores diferentes foram lembrados, alguns mais de uma vez, sendo o zagueiro Durval o recordista, com 7. Cinco atletas já levaram a estatueta em clubes diferentes e ainda houve um caso curioso, com Moacir ganhando em duas posições distintas (volante e lateral-direito).

Como curiosidade, a escalação com os maiores vencedores de cada posição, desempatando a favor do primeiro premiado, seria a seguinte num 4-4-2: Magrão (6); Tamandaré (3), Durval (7), Batata (2) e Dutra (3); Hamilton (4), Daniel Paulista (2), Geraldo (2) e Marcelinho Paraíba (2); Carlinhos Bala (3) e Kuki (3). À parte da seleção, há o grande prêmio anual, para o melhor jogador do campeonato. Kuki e Carlinhos Bala são os únicos eleitos em duas oportunidades.

Em relação ao sistema de votação, nos primeiros anos a escolha era aberta ao público na primeira fase, com uma comissão de jornalistas selecionando os mais indicados numa segunda etapa. Depois, foram contabilizados apenas os votos dos profissionais da imprensa esportiva no estado nos mais diversos veículos – em 2018, apenas do site globoesporte.

2003 – Craque: Kuki, atacante, 32 anos (Náutico)
Maizena (Sport); Adriano (Santa Cruz), Gaúcho (Sport), Silvio Criciúma (Sport) e Xavier (AGA); Ataliba (Sport), Fernando César (Sport), Nildo (Sport) e Cléber Santana (Sport); Adriano Chuva (Sport) e Kuki (Náutico). Técnico: Péricles Chamusca (Santa Cruz)

2004 – Craque: Kuki, atacante, 33 anos (Náutico)
Nilson (Náutico); Daniel (Itacuruba), Valença (Santa Cruz), Batata (Náutico) e Xavier (Santa Cruz); Marcelo Cavalo (Itacuruba), Luciano (Náutico), Gil Baiano (Náutico) e Iranildo (Santa Cruz); Kuki (Náutico) e Kelson (Itacuruba). Técnico: Zé Teodoro (Náutico)

2005 – Craque: Carlinhos Bala, atacante, 25 anos (Santa Cruz)
Cléber (Santa Cruz); Osmar (Santa Cruz), Roberto (Santa Cruz), Batata (Náutico) e Periz (Santa Cruz); Ramalho (Sport), Neto (Santa Cruz); Cleiton Xavier (Sport) e Marco Antônio (Santa Cruz); Carlinhos Bala (Santa Cruz) e Kuki (Náutico). Técnico: Givanildo Oliveira (Santa Cruz)

2006 – Craque: Carlinhos Bala, atacante, 26 anos (Santa Cruz)
Rodolpho (Náutico); Osmar (Santa Cruz), Kleber (Sport), Durval (Sport) e Jorge Guerra (Ypiranga); Hamilton (Sport), Flávio (Náutico), Geraldo (Sport) e Rosembrick (Santa Cruz); Carlinhos Bala (Santa Cruz) e João Neto (Central). Técnico: Dorival Junior (Sport)

2007 – Craque: Vítor Júnior, meia, 20 anos (Sport)
Magrão (Sport); Russo (Central), Marcelo (Central), Durval (Sport) e Bruno (Sport); Everton (Sport), Ticão (Sport), Fumagalli (Sport) e Vítor Júnior (Sport); Carlinhos Bala (Sport) e Marcelo Ramos (Santa Cruz). Técnico: Alexandre Gallo (Sport)

2008 – Craque: Romerito, meia, 33 anos (Sport)
Magrão (Sport); Luizinho Netto (Sport), Vágner (Náutico), Durval (Sport) e Dutra (Sport); Daniel Paulista (Sport), Moacir (Central), Romerito (Sport) e Geraldo (Náutico); Wellington (Náutico) e Edmundo (Ypiranga). Técnico: Nelsinho Batista (Sport)

2009 – Craque: Gilmar, atacante, 25 anos (Náutico)
Magrão (Sport); Moacir (Sport), Thiago Matias (Santa Cruz), Durval (Sport) e Dutra (Sport); Hamilton (Sport), Daniel Paulista (Sport), Paulo Baier (Sport) e Aílton (Central); Marcelo Ramos (Santa Cruz) e Gilmar (Náutico). Técnico: Nelsinho Batista (Sport)

2010 – Craque: Eduardo Ramos, meia, 24 anos (Sport)
Magrão (Sport); Gilberto Matuto (Santa Cruz), Igor (Sport), Tobi (Sport) e Dutra (Sport); Derley (Náutico), Zé Antônio (Sport), Eduardo Ramos (Sport) e Élvis (Santa Cruz); Ciro (Sport) e Jadilson (Vitória). Técnico: Dado Cavalcanti (Santa Cruz)

2011 – Craque: Tiago Cardoso, goleiro, 26 anos (Santa Cruz)
Tiago Cardoso (Santa Cruz); Roma (América) Leandro Souza (Santa Cruz), Thiago Mathias (Santa Cruz) e Renatinho (Santa Cruz); Everton (Náutico), Hamilton (Sport), Weslley (Santa Cruz) e Marcelinho Paraíba (Sport); Gilberto (Santa Cruz) e Paulista (Porto). Técnico: Zé Teodoro (Santa Cruz)

2012 – Craque: Marcelinho Paraíba, meia, 36 anos (Sport)
Magrão (Sport); Marcos Tamandaré (Salgueiro), Alemão (Salgueiro), Bruno Aguiar (Sport) e Renatinho (Santa Cruz); Hamilton (Sport), Memo (Santa Cruz), Souza (Náutico) e Marcelinho Paraíba (Sport); Dênis Marques (Santa Cruz) e Joelson (Porto). Técnico: Neco (Salgueiro).

2013 – Craque: Dênis Marques, atacante, 32 anos (Santa Cruz)
Tiago Cardoso (Santa Cruz); Éverton Sena (Santa Cruz), William Alves (Santa Cruz), Maurício (Sport) e Tiago Costa (Santa Cruz); Anderson Pedra (Santa Cruz), Rithely (Sport), Lucas Lima (Sport) e Raul (Santa Cruz); Rogério (Náutico) e Dênis Marques (Santa Cruz). Técnico: Marcelo Martelotte (Santa Cruz)

2014 – Craque: Neto Baiano, atacante, 31 anos (Sport)
Magrão (Sport); Patric (Sport), Durval (Sport), Ferron (Sport) e Renê (Sport); Ewerton Páscoa (Sport), Elicarlos (Náutico), Pedro Carmona (Náutico) e Zé Mário (Náutico); Neto Baiano (Sport) e Léo Gamalho (Santa Cruz). Técnico: Eduardo Batista (Sport)

2015 – Craque: João Paulo, meia, 24 anos (Santa Cruz)
Luciano (Salgueiro); Marcos Tamandaré (Salgueiro), Durval (Sport), Alemão (Santa Cruz) e Tiago Costa (Santa Cruz); Rithely (Sport), João Ananias (Náutico), João Paulo (Santa Cruz) e Diego Souza (Sport); Candinho (Central) e Betinho (Santa Cruz). Técnico: Sérgio China (Salgueiro)

2016 – Craque: Grafite, atacante, 37 anos (Santa Cruz)
Tiago Cardoso (Santa Cruz); Marcos Tamandaré (Salgueiro), Durval (Sport), Ronaldo Alves (Náutico) e Renê (Sport); Uillian Correia (Santa Cruz), Rodrigo Souza (Náutico), João Paulo (Santa Cruz) e Cássio Ortega (Salgueiro); Keno (Santa Cruz) e Grafite (Santa Cruz). Técnico: Milton Mendes (Santa Cruz)

2017 – Não realizado

2018 – Craque: Ortigoza, atacante, 31 anos (Náutico)
Bruno (Náutico); Thiago Ennes (Náutico), Vitão (Central), Camacho (Náutico) e Charles Maceió (Central); Douglas Carioca (Central), Anselmo (Sport) e Júnior Lemos (Central); Caxito (América), Leandro Costa (Central) e Ortigoza (Náutico). Técnico: Roberto Fernandes (Náutico)


Compartilhe!