Compartilhe!

A eleição do Sport para o biênio 2019/2020 praticamente selou a volta do Sport à Copa do Nordeste, uma vez que os dois candidatos na ocasião, Milton Bivar e Eduardo Carvalho, já haviam encaminhado ofícios à liga solicitando a volta à associação e, consequentemente, ao torneio. Faltava a posição da CBF, colocando no papel este retorno. Aconteceu.

Através do ofício nº 005/2019, datado de 11 de março, já com a assinatura de Bivar, que venceu o pleito pelo comando executivo em 18 de dezembro, o clube rubro-negro cumpriu o protocolo e confirmou junto à direção de competições da CBF a participação no Nordestão 2020 – após uma ausência de dois anos, forçada por uma decisão pouco inteligente do presidente anterior.

Além da falta de calendário e queda na receita (bilheteria, renda, visibilidade etc), a saída não foi bem recebida por boa parte da torcida. Sobretudo porque nunca houve uma contrapartida efetiva àquela decisão. De volta ao torneio, o Sport, com três títulos em seu histórico, entrará já na fase de grupos (a mesma deste ano, com oito rodadas) devido à fórmula de classificação, com três vagas para a Pernambuco. No caso, o campeão estadual e o melhor colocado local no Ranking Nacional (que é o leão) entram na fase de grupos e o segundo melhor colocado local no ranking disputa a preliminar, que deverá ocorrer ainda no primeiro semestre de 2019.

Torcedor, o que você achou da volta do Sport à Lampions League?

As cotas do Sport após a volta do Nordestão
2013 – R$ 300 mil (quartas)
2014 – R$ 1,9 milhão (campeão)
2015 – R$ 890 mil (semifinal)
2016 – R$ 1,385 milhão (semifinal)
2017 – R$ 2,15 milhões (vice)
Total: R$ 6,625 milhões

As cotas que o Sport deixou de ganhar só com a 1ª fase do Nordestão
2018 – R$ 1 milhão
2019 – R$ 2,215 milhões
Total: R$ 3,215 milhões

Histórico do Sport na Copa do Nordeste
124 jogos
62 vitórias (50,0%)
33 empates (26,6%)
29 derrotas (23,3%)
12 participações: 1994 (1º), 1997 (4º), 1998 (9º), 1999 (3º), 2000 (1º), 2001 (2º), 2002 (10º), 2013 (7º), 2014 (1º), 2015 (4º), 2016 (4º) e 2017 (2º)

Leia mais sobre o assunto
Fox paga R$ 5,04 mi ao Nordestão 2019 e cota total chega a R$ 31,44 milhões


Compartilhe!