Compartilhe!

O Campeonato Pernambucano de 2019 foi lançado oficialmente dentro da sede da Globo Nordeste, em Santo Amaro. Detentora dos direitos de transmissão, a emissora reuniu dirigentes, jogadores, técnicos e jornalistas durante a apresentação, a dois dias da abertura.

Aqui, algumas observações apuradas pelo blog durante o evento, que durou cerca de uma hora – o tempo da transmissão, no site globoesporte, foi menor.

No fim da publicação, confira também um álbum com algumas imagens do lançamento. Lembrando que a principal competição do futebol local terá apenas 54 partidas, sendo 45 na primeira fase e 9 no mata-mata, com o jogo de volta da decisão em 21 de abril.

1) O troféu do Campeonato Pernambucano 2019 será idêntico ao de 2018, erguido pelo Náutico. E a tendência é que o modelo seja mantido nos próximos anos. Curiosamente, a FPF também repetiu as taças em 2016 (Santa Cruz) e 2017 (Sport). 

2) A competição será exibida pela 20ª vez consecutiva na Globo Nordeste – a marca, inclusive, ganhou destaque na noite. A sequência começou em 2000, quando a emissora adquiriu os direitos junto ao locutor Luciano do Valle, que havia exibido a edição de 1999 na TV Pernambuco, estatal. 

3) Conforme já noticiado pelo blog, o investimento da tevê em cotas é de R$ 4 milhões nesta edição, sendo R$ 1 milhão para grande clube da capital e R$ 1 milhão repartido entre os sete times intermediários – oficialmente, as cifras não foram comentadas. As luvas de R$ 1 milhão, para Náutico, Santa e Sport, e as cotas de 2019 já foram repassadas – o leão, aliás, já havia adiantado o valor. O contrato da Globo vai até 2022.

4) A transmissão em 2019 será feita por duas equipes, considerando narrador/comentarista. Na principal, para os jogos na Globo NE e para alguns no Premiere, Rembrandt Júnior e Cabral Neto. No Premiere, Rodrigo Raposo e Marquinhos. Na primeira rodada, em 19/01, transmissões simultâneas, na Ilha (Sport x Fla) e no Lacerdão (Central x Náutico).

5) O evento de lançamento foi apresentado pelo jornalista Mauro Naves, da rede. Na ocasião, foi lançada uma música para a competição, encomendada pela Globo. Alguns trechos devem ganhar inserções nos intervalos comerciais.

6) Entre técnicos e jogadores, estiveram presentes Bruno e Josa do Náutico, Danny Morais, Pipico e Leston Júnior do Santa, e Magrão e Milton Cruz do Sport. Do interior, o meia Gilmar, do Vitória, e o técnico Estevam Soares, do Central.

7) O colaborador de marketing do Santa, Guilherme Leite, apresentou o novo copo colecionável do clube. Desta vez, em homenagem ao tri-supercampeonato, com fotos das três taças (57, 76 e 83). 

8) Entre os presidentes do trio de ferro, apenas Milton Bivar não compareceu, pois viajou após a coletiva dada pela manhã. Foi representado pelo vice, Carlos Frederico. E o jogo em Tombos-MG, pela primeira fase da Copa do Brasil, é tema prioritário na Ilha. 

9) Houve espaço para conversas sobre a transmissão do Nordestão, o torneio “concorrente”. No caso, sobre os erros de informação da Fox. Deverá haver uma reunião entre representantes da Liga do NE e da Fox para situar o problema. 

10) Ainda sobre a Lampions, o presidente do Salgueiro, José Guilherme, estava no evento no mesmo instante em que o seu clube estreava no regional – e venceu o Confiança em Aracaju. Sem precisar o número, disse que a folha (paga com dificuldade) é menor que a do ano passado, de R$ 150 mil.

11) A última festa com a seleção do Estadual foi em 2016. Em 2017, devido ao atraso da final (52 dias!), a Globo não quis fazer. Em 2018, a entrega do prêmio de craque, a Ortigoza, ocorreu no estúdio do programa Globo Esporte. O prêmio está mantido em 2019.


Compartilhe!