Compartilhe!

A bola do Estadual de 2019. Foto: FPF/divulgação

A Penalty irá produzir a bola oficial do Campeonato Pernambucano pelo 12º ano consecutivo. Após substituir a Dray, fornecedora em 2007, a fabricante firmou um acordo com a federação com inúmeras renovações desde então – o atual, válido por quatro temporadas, vai até 2021.

Lá na primeira aparição, a marca apresentou a sua bola mais tradicional no mercado, com oito gomos. No futebol local, esse modelo foi utilizado durante nove edições, com cores diferentes a cada ano.

A mudança de fato aconteceu em 2017, entrando em ação a pelota de onze gomos, utilizada em outros nove estaduais naquele ano – foi a menor quantidade no período. O modelo seria o mesmo nas duas edições seguintes. Ou seja, a nova versão é uma atualização da S11 Campo Pró, com gomos em formatos distintos e, desta vez, tendo o laranja como cor dominante (acima). Na edição anterior (abaixo), a bola teve o rosa como cor principal.

Versões da bola oficial do Campeonato Pernambucano, via Penalty
2008 – Bola 8 (15 estaduais)
2009 – Bola 8 (14 estaduais)
2010 – Bola 8 (15 estaduais)
2011 – Bola 8 (15 estaduais)
2012 – S11 Campo Pró (11 estaduais)
2013 – S11 Campo Pró (11 estaduais)
2014 – S11 Campo Pró (11 estaduais)
2015 – S11 Campo Pró (16 estaduais)
2016 – Bola 8 (11 estaduais)
2017 – S11 Campo Pró (10 estaduais)
2018 – S11 Campo Pró (14 estaduais)
2019 – S11 Campo Pró (12 estaduais*)
* Incluindo a versão especial para o Paulistão, a S11 Ecoknit

A nova bola será utilizada em quase metade dos campeonatos estaduais de 2019, com a empresa negociando os direitos com cada federação. No torneio promovido pela FPF, o modelo vai a campo em 54 partidas – incluindo a versão dourada, reservada para a decisão. Como cada partida demanda 7 bolas novas, a competição terá 378 bolas . A fornecedora também vai dar 20 bolas para cada clube, visando os treinos. Ao todo, 578 bolas oficiais.

A bola do Estadual de 2018. Foto: FPF/divulgação


Compartilhe!