Compartilhe!

Dário Melo/Estúdios DAJO

Pela 14ª vez em 18 temporadas neste século, o Santa Cruz registrou o maior público do ano no futebol pernambucano. Considerando apenas as partidas entre clubes, o tricolor estabeleceu a marca em 2018 no jogo de ida das quartas da Série C, quando venceu o Operário de Ponta Grossa diante de quase 50 mil torcedores – na volta, acabaria derrotado, perdendo o acesso. Curiosamente, o clube teve apenas quatro partidas com mais de 10 mil espectadores, abaixo dos dois rivais. Embora não tenha tido regularidade, disparou na hora da maior assistência.

O tamanho do Arruda, com 55.252 lugares disponíveis, é uma vantagem natural em relação ao mando de campo, num mérito do clube, mas os corais também obtiveram duas marcas anuais que poderiam ter sido batidas pela Ilha do Retiro, em 2003 e 2004. À época, o estádio leonino era liberado para 35 mil pessoas (hoje, 30 mil).

Falando do Sport, das quatro marcas estabelecidas pelo leão, duas foram na Ilha e duas na Arena Pernambuco, que, aliás, possibilitou a alvirrubros e rubro-negros, a partir de 2013, uma chance maior de igualar os públicos de grande porte no Mundão. Não por acaso, o segundo maior dado deste ano pertence ao Náutico, com 42 mil pessoas presentes na decisão do Campeonato Pernambucano, na qual saiu vencedor diante do Central.

A seguir, os 27 públicos com mando dos clubes pernambucanos acima de 10 mil espectadores – considerando as competições oficiais. Apenas dois jogos passaram de 40 mil, um dado bem aquém. Basta comparar com o futebol cearense, em 2018, com seguidos borderôs de Ceará e Fortaleza acima de 50 mil espectadores no Castelão (com rendas acima de R$ 1 milhão).

Obs. Em breve, um post com o balanço de 2018 sobre público e renda do trio de ferro do Recife.

Os maiores públicos do futebol pernambucano em 2018 (+10 mil)
1º) 49.476 – Santa Cruz 1 x 0 Operário-PR (19/08, Série C*)
2º) 42.352 – Náutico 2 x 1 Central (08/04, Estadual**)
3º) 28.942 – Sport 1 x 1 Corinthians (20/05, Série A**)
4º) 27.469 – Náutico 1 x 1 Bragantino (26/08, Série C**)
5º) 26.005 – Sport 0 x 1 Flamengo (18/11, Série A***)
6º) 25.002 – Sport 1 x 0 Ceará (05/11, Série A***)
7º) 23.451 – Sport 2 x 1 Santos (02/11, Série A***)
8º) 22.652 – Sport 0 x 0 Vitória (14/11, Série A***)
9º) 20.446 – Náutico 3 x 2 Salgueiro (25/03, Estadual**)
10º) 19.497 – Sport 0 x 0 Grêmio (13/06, Série A***)
11º) 18.681 – Sport 0 x 1 Palmeiras (23/09, Série A***)
12º) 18.136 – Náutico 1 x 0 Afogados (18/03, Estadual**)
13º) 17.841 – Sport 1 x 0 Atlético-PR (06/06, Série A***)
14º) 16.425 – Sport 0 x 2 América-MG (22/08, Série A***)
15º) 16.050 – Sport 1 x 3 São Paulo (12/08, Série A***)
16º) 15.605 – Sport 3 x 2 Atlético-MG (30/05, Série A***)
17º) 15.180 – Sport 3 x 0 Santa Cruz (15/03, Estadual***)
18º) 15.165 – Sport 2 x 0 Bahia (06/05, Série A***)
19º) 14.782 – Santa Cruz 2 x 0 Remo (08/07, Série C*)
20º) 14.101 – Santa Cruz 2 x 3 Botafogo-PB (19/05, Série C*)
21º) 14.080 – Central 0 x 0 Náutico (01/04, Estadual****)
22º) 13.966 – Sport 1 x 0 Paraná (02/09, Série A***)
23º) 13.860 – Sport 2 x 1 Vasco (20/10, Série A***)
24º) 13.543 – Santa Cruz 1 x 1 Globo (14/07, Série C*)
25º) 13.405 – Náutico 2 x 0 ABC (04/08, Série C**)
26º) 13.218 – Sport 1 x 1 Santa Cruz (08/03, Estadual***)
27º) 11.119 – Sport 1 x 2 Fluminense (22/07, Série A***)

Os estádios mais utilizados
* Arruda (4)
** Arena Pernambuco (6)
*** Ilha do Retiro (15)
**** Lacerdão (1)

Mandos +10 mil
17 – Sport
5 – Náutico
4 – Santa Cruz
1 – Central

Mandos +20 mil
5 – Sport
3 – Náutico e Sport
1 – Santa Cruz

Mandos +40 mil
1 – Náutico e Santa Cruz

A evolução do recorde de público em 2018 (a partir de 10 mil pessoas)
1º) 13.218 – Sport 1 x 1 Santa Cruz (08/03, Estadual***)
2º) 15.180 – Sport 3 x 0 Santa Cruz (15/03, Estadual***)
3º) 18.136 – Náutico 1 x 0 Afogados (18/03, Estadual**)
4º) 20.446 – Náutico 3 x 2 Salgueiro (25/03, Estadual**)
5º) 42.352 – Náutico 2 x 1 Central (08/04, Estadual**)
6º) 49.476 – Santa Cruz 1 x 0 Operário-PR (19/08, Série C*)

Os maiores públicos locais em cada ano do século XXI
2001 – 70.003, Santa Cruz 0 x 2 Náutico (Arruda, 11/07, Estadual)
2002 – 50.000, Santa Cruz 0 x 1 Criciúma (Arruda, 23/11, Série B)
2003 – 30.360, Santa Cruz 1 x 3 Palmeiras (Arruda, 04/10, Série B)
2004 – 32.738, Santa Cruz 0 x 3 Náutico (Arruda, 18/04, Estadual)
2005 – 65.023, Santa Cruz 2 x 1 Portuguesa (Arruda, 26/11, Série B)
2006 – 46.207, Santa Cruz 1 x 1 Sport (Arruda, 26/03, Estadual)
2007 – 35.259, Sport 1 x 2 São Paulo (Ilha do Retiro, 28/10, Série A)
2008 – 34.885, Sport 2 x 0 Corinthians (Ilha do Retiro, 11/06, Copa do Brasil)
2009 – 45.007, Santa Cruz 2 x 2 Central (Arruda, 11/07, Série D)
2010 – 50.879, Santa Cruz 4 x 3 Guarany-CE (Arruda, 05/09, Série D)
2011 – 62.243, Santa Cruz 0 x 1 Sport (Arruda, 15/05, Estadual)
2012 – 45.109, Santa Cruz 1 x 3 Sport (Arruda, 16/02, Estadual)
2013 – 60.040, Santa Cruz 2 x 1 Betim (Arruda, 03/11, Série C)
2014 – 37.615, Sport 2 x 2 Flamengo (Arena PE, 09/11, Série A)
2015 – 46.370, Santa Cruz 1 x 0 Salgueiro (Arruda, 03/05, Estadual)
2016 – 40.140, Santa Cruz 3 x 1 Náutico (Arruda, 20/04, Estadual)
2017 – 42.025, Sport 0 x 2 Palmeiras (Arena PE, 23/07, Série A)
2018 – 49.476, Santa Cruz 1 x 0 Operário-PR (Arruda, 19/08, Série C)

Nº de mandos nos recordes anuais de público
14x – Santa Cruz (Arruda 14x)
4x – Sport (Ilha do Retiro 2x e Arena PE 2x)

Nº de clássicos entre os públicos recordistas
3x – Clássico das Multidões e Clássico das Emoções


Compartilhe!