Compartilhe!

Santa Cruz/twitter (@santacruzfc)

O Santa Cruz estava praticamente classificado. Somente uma reviravolta daquelas tiraria o tricolor das quartas de final da Série C do Brasileiro. Consciente disso, o técnico Roberto Fernandes montou o time sem poupou algumas das peças mais importantes, num cenário já com desfalques. Ao todo, seis ausências, sendo Danny Morais, Willian Maranhão e Arthur por suspensão, e Sandoval, Carlinhos Paraíba e Robinho poupados.

Nem por isso, a equipe montada deixaria de de ser capaz de vencer o Salgueiro, em seus piores momentos, rebaixado desde a rodada anterior. Com alguma dificuldade, devido à entrosamento da equipe mista, o Santa venceu por 1 x 0. Gol de Augusto, um dos acionados de última hora nesta última rodada. No lance, aos 10 minutos do 2T, ele foi festejar com a torcida atrás da barra do canal. Subiu a escadinha e tomou o 2º amarelo, expulso. De uma forma geral, é inacreditável a falta de consciência dos atletas profissionais quanto à regra – questionável ou não.

Ao menos a desvantagem numérica não fez falta ao resultado, para a alegria dos 9.998 torcedores no Arruda. Com a 3ª posição no grupo A, a cobra coral irá encarar o Operário do Paraná, o vice-líder do B. Nas quartas, valendo o acesso à Série B, o Santa começa no Arruda, cuja presença na arquibancada precisa (e deve) ser bem maior. Volta lá em Ponta Grossa.

O jogo foi acompanhado no youtube por 17 mil pessoas simultâneas. Reveja aqui.

Escalação do Santa (melhores:  1 Allan Vieira, 1 Eduardo)
Ricardo Ernesto; Mailton, Genílson, Augusto Silva e Allan Vieira; Chales, Eduardo e Jailson (Jeremias, 43/2T); Leandro Costa (Vítor, 17/2T), Pipico e Augusto

Histórico de Santa Cruz x Salgueiro (todos os mandos)
38 jogos
16 vitórias tricolores (42,1%)
11 empates (28,9%)
11 vitórias salgueirenses (28,9%)

Ricardo Fernandes/Spia Photo


Compartilhe!