Compartilhe!

Ricardo Fernandes/Spia Photo

Com um gol no comecinho e outro nos descontos, o Santa Cruz venceu o Remo e subiu mais um degrau na classificação da Série C. Agora, o tricolor ocupa o 3º lugar, com 20 pontos em 13 rodadas. Além disso, manteve o embalo da rodada anterior, quando goleou em Natal. No Arruda, num horário raro nesta competição, na tarde de domingo, a torcida compareceu acima da média (ruim) em 2018 e o time correspondeu – pelo resultado, não pelo futebol.

A vitória começou a ser construída logo aos 11, após tabela entre Vítor e Robinho, com o atacante cruzando para Pipico na pequena área. O centroavante nem precisou pular para acertar a cabeçada. O novo camisa 9, em seu terceiro jogo, chegou ao terceiro gol – assumindo uma lacuna enorme no elenco nesta temporada. A vantagem abalou o time paraense, já na condição lanterna, mas que poderia ter saído da zona de rebaixamento em caso de vitória no Recife.

No 1T, o Remo ‘voltou’ ao jogo porque o mandante errou bastante, com pouca criação no meio – basicamente, apostava na velocidade de Robinho de um lado e de Jailson do outro. Pouco antes do intervalo, Machowski salvou o empate. No 2T, Roberto Fernandes fez duas mudanças com com cerca de vinte minutos, tentando melhorar a condição para os contragolpes, uma vez que o Remo vinha deixando bastante espaço – pressionava, mas sem organização.

Na reta final, via bola aérea, o visitante quase chegou ao empate, acertando o travessão aos 42, através do centroavante Eliandro. O risco só foi dissipado aos 46, numa falta cobrada por Charles, que acabara de entrar. Bateu de longe e acertou o cantinho, decretando o 2 x 0, a segunda vitória seguida do Santa – que desempatou o histórico diante do rival paraense. Foi a primeira vez neste Brasileiro que o tricolor engatou uma sequência de vitórias. Já era hora.

Escalação do Santa (melhores: 1 Robinho, 2 Eduardo, 3 Pipico)
Machowski; Vítor, Danny Morais, Augusto Silva e Allan Vieira (Eduardo Brito, 23/2T); Eduardo, Arthur Rezende (Augusto, 11/2T) e Willian Maranhão (Charles, 41/2T); Robinho, Pipico e Jailson

Os 5 maiores públicos do tricolor como mandante em 2018
1º) 14.782 – Santa 2 x 0 (Remo (Arruda, 08/07, Série C)
2º) 14.101 – Santa 2 x 3 Botafogo (Arruda, 19/05, Série C)
3º) 8.550 – Santa 0 x 0 ABC (Arena PE, 28/04, Série C)
4º) 7.950 – Santa 1 x 4 ABC (Arruda, 22/05, Nordestão)
5º) 6.505 – Santa 0 x 1 Náutico (Arruda, 18/06, Série C)

Histórico de Santa Cruz x Remo (todos os mandos)
43 jogos
17 vitórias tricolores (39,5%)
10 empates (23,2%)
16 vitórias azulinas (37,2%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Fred Figueiroa e Rafael Brasileiro):

Ricardo Fernandes/Spia Photo


Compartilhe!