Compartilhe!

O caminho do mata-mata nordestino. Nas quartas, a maior surpresa foi o timbu.

A Copa do Nordeste de 2019 chega à reta final com surpresas. No início, eram quatro clubes com nível de Série A, mas apenas um conseguiu chegar à semifinal, o Fortaleza. Os outros três componentes da penúltima fase da competição estão na Série C. No caso, Santa, Botafogo-PB e Náutico. De toda forma, fica claro que ainda há bastante tradição em jogo, à parte da divisão atual no futebol nacional. Não por acaso, o único campeão ainda presente é o tricolor pernambucano – ganhou em 2016. Em caso de título inédito, será a 8ª edição consecutiva com um campeão diferente! Seja qual for a decisão, será um versão inédita – no fim do post, vote na enquete.

As semifinais de 2019
09/05 (19h15) – Botafogo x Náutico (Almeidão) – Fox Sports e Live FC
09/05 (21h30) – Fortaleza x Santa Cruz (Castelão) – SBT*, Fox Sports, Live FC e Youtube
* Nas afiliadas nordestinas

As campanhas dos semifinalistas (após 9 jogos)
21 pts – Botafogo (6V, 3E e 0D; +9 SG)
18 pts – Náutico (5V, 3E e 1D; +6 SG)
16 pts – Fortaleza (4V, 4E e 1D; + 10 SG)
13 pts – Santa Cruz (3V, 4E e 2D; + 1 SG)

Fortaleza x Santa Cruz
Na chave A, a semi reúne dois tricolores, com o time da capital cearense vivendo uma boa sequência. Após o título da Série B e a permanência Rogério Ceni, com direito ao maior orçamento de sua história (R$ 56,7 mi), o Fortaleza busca um título essencial para o debate sobre o histórico de taças no Clássico-Rei. Com a saída de Bahia (fase de grupos) e Ceará (quartas), creio que o seja o favorito natural. A goleada nas quartas, com 4 x 0 sobre o Vitória, colocou o time em alta – para a semi, talvez pese a data, paralela à pesada tabela do Brasileirão.

Quanto ao Santa, uma campanha mediana na primeira fase e uma classificação agônica nas quartas de final – foi o único a passar nos pênaltis, depois de empatar aos 47 minutos do 2º tempo. Esta é a 4ª vez que os corais chegam à semi nesta volta da Lampions, em 2013. Dessas campanhas (em 14, 16, 17 e 19), acho o time atual o de menor potencial técnico (o que você acha?). O jogo único no Castelão dificulta ainda mais a jornada. Mas não é bom duvidar tanto…

Histórico do confronto
48 jogos
19 vitórias do leão do pici (39,5%)
14 empates (29,1%)
15 vitórias da cobra coral (31,2%)

Botafogo x Náutico
Bahia e Ceará eram os favoritos do grupo B, numa análise bem óbvia. Entretanto, através de caminhos distintos, os times de João Pessoa e Recife chegaram para uma “improvável” semifinal, que definirá o representante da chave na decisão. No caso da “Autoridade da Paraíba”, trata-se de uma campanha invicta, com boas apresentações e 77% de aproveitamento. No Almeidão, vem levando mais de 10 mil torcedores aos jogos, com a atmosfera bem favorável. Só que a distância de 100 km também deve fomentar uma invasão alvirrubra ao estádio, num confronto equilibrado – aponto uma leve vantagem ao mandante. Até mesmo porque o time pernambucano vem correspondendo, ganhando casca e com 18 jogos de invencibilidade – até esta publicação.

Como o regulamento determina a campanha acumulada ao longo das fases (grupos, quartas e semi), a tendência é que o vencedor deste confronto seja o mandante no jogo de volta da final, que terá duas partidas. A única chance disso não acontecer é o Fortaleza passar da semi com uma vitória e o Náutico passar da semi nos pênaltis. Qualquer outro cenário envolvendo os quatro times levará a decisão ao Almeidão ou aos Aflitos – em ambos os casos, seria algo inédito.

Histórico do confronto 
52 jogos
24 vitórias alvirrubras (46,1%)
12 empates (23,0%)
16 vitórias alvinegras (30,7%)

Nº de semifinais disputadas no período 2013-2019 (28 vagas)
4x – Bahia, Ceará, Santa Cruz e Sport
2x – Campinense, Fortaleza e Vitória
1x – ABC, América-RN, ASA, Botafogo-PB, Náutico e Sampaio Corrêa

A análise do Podcast 45 Minutos sobre a semifinal regional:

Participe da enquete sobre a final. As fotos foram registradas nas respectivas classificações.


Compartilhe!