Compartilhe!

O Arbitral da A2, na sede da federação. Foto: Fernanda Durão/FPF

O título desta postagem traz uma informação direta, sem arrodeio. De fato, a segunda divisão do Campeonato Pernambucano de 2018 terá a participação de 16 clubes, dos quais apenas 14 disputam o título – a única vaga na elite do futebol local em 2019.

O cenário incomum na Série A2 se deve aos dois ‘coringas’ presentes, Sport e Náutico. Ambos com formações Sub 23. Como já integram a primeira divisão, os dois clubes da capital não podem ter duas equipes na Série A1. Então poderíamos ter um campeão sem acesso? Na Espanha já é assim há tempos, embora o Barcelona B e o Real Madrid B jamais tenham vencido. Para evitar algo do tipo, o regulamento prevê a eliminação precoce de rubro-negros e alvirrubros.

O formato foi decidido no conselho arbitral em 11 de junho, com dirigentes de 20 clubes. Além dos inscritos, participaram Araripina, Barreiros e Ipojuca, que não atenderam aos requisitos administrativos, e o Serra Talhada, que pediu licença nesta temporada. A FPF ainda não publicou os documentos oficiais, com a fórmula vazando através do Sport, cujo time é o mesmo do Brasileiro de Aspirantes. Mesmo que o leão e o timbu terminem na liderança ou vice-liderança de seus grupos, não vão ao mata-mata, com a vaga caindo no colo do 3º lugar.

As chaves da Série A2 de 2018 (entre parênteses, títulos/vices no torneio)
Grupo A – 1º de Maio (0/2), Petrolina (2/0), Serrano (0/1) e Sete de Setembro (1/1)
Grupo B – Chã Grande (1/0), Decisão (0/1), Porto (1/0) e Ypiranga (1/0)
Grupo C – Centro Limoeirense (0/2), Náutico, Timbaúba e Vera Cruz (3/0)
Grupo D – Cabense (0/2), Íbis (0/1), Ferroviário do Cabo e Sport

Formato de disputa
1ª fase – Grupos (ida e volta, passam os 2 melhores)
2ª fase – Quartas de final (ida e volta)
3ª fase – Semifinal (ida e volta)
4ª fase – Final (ida e volta, o campeão sobe)

Período de disputa: entre agosto e outubro


Compartilhe!