Compartilhe!

Fifa/reprodução

Em 10 de setembro, a Fifa divulgou uma lista com os 55 nomes mais votados para a escolha da “seleção do ano”. Ao afunilar a lista, duas semanas depois, com votos de 25 mil jogadores profissionais de 65 países diferentes, o time veio com três campeões mundiais, os franceses Varane, Kané e Mbappé. Sem surpresa, foi a nacionalidade mais presente. Uma curiosidade sobre a formação anunciada por Ronaldinho Gaúcho, em Londres, foi a ausência do goleiro Courtois, que ganhou o prêmio individual, e de Mohamed Salah, um dos três finalistas ao prêmio de melhor do ano – que não teve Messi, selecionado para o ataque pelos atletas.

Em relação à seleção da temporada passada, foram cinco novidades no time, que segue na formação 4-3-3. Entraram De Gea, Varane, Kanté, Hazard e Mabappé e saíram Buffon, Bonucci, Kroos, Iniesta e Neymar. Da lista apresentada, na minha visão, Salah deveria estar presente, no lugar de Mbappé, que de fato fez uma grande Copa. Porém, o egípcio, atuando no Liverpool, quebrou o recorde de gols na Premier League, 32.

Como na versão anterior, o prêmio, organizado em parceria com o sindicado mundial de jogadores de futebol (Fifpro), considerou o período da temporada europeia em vez de um ano regular. Ou seja, em vez do recorte de janeiro a dezembro, foram contabilizados os jogos de 03/07/2017 e 15/07/2018. Embora estejam hoje na Juventus, Cristiano Ronaldo foi pelo desempenho no clube anterior, o Real Madrid.

Sobre a premiação de melhor jogador, vencida por Modric, clique aqui.

Número de indicados por clube em 2018
5 – Real Madrid
2 – Chelsea e PSG
1 – Barcelona e Manchester United

Número de indicados por país de origem em 2018
3 – França
2 – Brasil e Espanha
1 – Argentina, Bélgica, Croácia e Portugal

Seleção FifPro de 2018 (4-3-3)
De Gea (ESP/Manchester United); Daniel Alves (BRA/PSG), Varane (FRA/Real Madrid), Sergio Ramos (ESP/Real Madrid) e Marcelo (BRA/Real Madrid); Modric (CRO/Real Madrid); Kanté (FRA/Chelsea) e Hazard (BEL/Chelsea); Messi (ARG/Barcelona), Mbappé (FRA/PSG) e Cristiano Ronaldo (POR/Real Madrid). Técnico: Didier Deschamps (FRA/seleção)

Seleção FifPro de 2017 (4-3-3)
Buffon (ITA/Juventus); Daniel Alves (BRA/Juventus), Sergio Ramos (ESP/Real Madrid). Bonucci (ITA/Juventus) e Marcelo (BRA/Real Madrid); Toni Kroos (ALE/Real Madrid), Modric (CRO/Real Madrid) e Iniesta (ESP/Barcelona); Neymar (BRA/Barcelona), Messi (ARG/Barcelona) e Cristiano Ronaldo (POR/Real Madrid). Técnico: Zidane (FRA/Real Madrid)

Seleção FifPro de 2016 (4-3-3)
Neuer (ALE/Bayern de Munique); Daniel Alves (BRA/Juventus), Piqué (ESP/Barcelona), Sergio Ramos (ESP/Real Madrid) e Marcelo (BRA/Real Madrid); Toni Kroos ALE/Real Madrid), Modric (CRO/Real Madrid) e Iniesta (ESP/Barcelona); Messi (ARG, Barcelona), Luis Suárez (URU, Barcelona) e Cristiano Ronaldo (POR, Real Madrid). Técnico: Claudio Ranieri (ITA/Leicester)


Compartilhe!