Com 9,4 milhões de habitantes, o que corresponde a 4,5% da população do país, Pernambuco teria dificuldades para montar uma hipotética lista de convocados para a Copa do Mundo de 2018. Como curiosidade, claro, pesquisei os principais jogadores profissionais nascidos no estado com o objetivo de fazer uma lista com 23 nomes aptos à Rússia. Considerando idade e desempenho técnico, esta Cacareco não seria das melhores, sobretudo se comparada ao escrete de 2002, com Rivaldo e Juninho Pernambucano, que teria sido, à vera, uma máquina. Em 2018, dificilmente daria conta nas eliminatórias sul-americanas (ou daria?).

O grupo de 2018 seria o mais local – expondo a dificuldade para transações internacionais – e o mais jovem, com média de 25 anos considerando os titulares. Neste ciclo, a formação mudaria para o 4-3-3 após a troca de comando. Após a longa passagem de Givanildo Oliveira, seria a vez de Roberto Fernandes.

E a primeira grande mudança dentro das quatro linhas seria embaixo da barra. O goleiro precisou ser trocado, pois Rodolpho, ‘titular’ na última edição, acabou se aposentando aos 35 anos. Vaga então para Jefferson, que começou o ano como titular do Náutico – desbancou a experiência do então reserva, Mondragon. Na lateral-direita, Mariano iria para a sua 3ª Copa. Nas duas primeiras, chegou como revelação no Flu e como destaque do Bordeaux. Agora, viria numa curva descendente – embora ainda num time rico da Turquia.

A zaga seria formada por jogadores em atividade na região – titulares e reservas. Emprestado pelo Valencia da Espanha, Aderlan reforçou o Vitória no Brasileirão desta temporada. Creio que formaria dupla com Camutanga, que há poucos meses chegou para fazer testes no alvirrubro, mas acabou se firmando. Pela esquerda, outro dono da posição há tempos, Diego Renan. Ou seja, seriam três Mundias seguidos com os mesmos alas – espera-se entrosamento.

No meio-campo, Sandro Manoel, ex-Santa Cruz, seria o primeiro volante, com três reservas – em caso de necessidade de mudança na estrutura tática, para um 4-4-2 tradicional. À frente, com poder de marcação e mais liberdade criativa, Hernanes, o dono do time, e Everton Felipe. No ataque, três nomes bem conhecidos da torcida local, com Rogério, do Sport, numa ponta, e Raniel, revelado no Arruda e em evidência no Cruzeiro, na outra. Centralizado, Joelinton, que saiu do rubro-negro por R$ 5,4 milhões no início de 2015.

Nas Eliminatórias, seriam 10 jogos em PE. Mudaria o estádio de acordo com o adversário?

Abaixo, a lista completa de convocados. Faltou alguém? Se lembrar, ajude o blog.

Os 23 convocados de Pernambucano para a Copa do Mundo de 2018

Goleiros (3): Jefferson (Atlético-GO, 24 anos, Recife), Mondragon (Salgueiro, 35 anos, Vitória de Santo Antão) e Lucas (Sport, 20 anos, Recife)

Laterais-direitos (2): Mariano (Galatasaray, 31 anos, São João) e Tony (Ponte Preta, 28 anos, Maraial)

Zagueiros (4): Aderlan (Vitória, 29 anos, Salgueiro), Camutanga (Náutico, 25 anos, Camutanga), Sandoval (Santa Cruz, 31 anos, Bonito) e Danilo Quipapá (Central, 24 anos, Quipapá)

Laterais-esquerdos (2): Diego Renan (Figueirense, 28 anos, Surubim) e Evandro (Sport, 21 anos, Recife)

Volantes (4): Sandro Manoel (Al-Fateh, 28 anos, Recife), João Ananias (Cuiabá, 27 anos, Recife), Ronaldo (Ponte Preta, 23 anos, Recife) e Moacir (Vila Nova, 32 anos, Recife)

Meias (3): Hernanes (Hebei China, 32 anos, Recife), Everton Felipe (Sport, 20 anos, Limoeiro) e Jeremias (Santa Cruz, 20 anos, Riacho das Almas)

Atacantes (5): Rogério (Sport, 27 anos, Pesqueira), Erick (Braga, 20 anos, Recife), Joelinton (Rapid de Viena, 21 anos, Aliança), Raniel (Cruzeiro, 21 anos, Recife) e Walter (CSA, 28 anos, Recife)

As formações titulares da Cacareco na Copa do Mundo no século XXI

2002 (Coreia do Sul/Japão), 4-4-2
Bosco (Cruzeiro, 28 anos); Russo (Vasco, 26), Sandro (Botafogo, 29), Nem (Atlético-PR, 29) e Marquinhos (Goiás, 25): Josué (Goiás, 23), Cléber Santana (Sport, 21), Juninho Pernambucano (Lyon, 27) e Rivaldo* (Barcelona, 30); Catanha (Celta, 30) e Araújo (Goiás, 25) 

Média de idade: 26 anos
Jogadores de clubes de PE: 1

2006 (Alemanha), 4-4-2
Bosco (São Paulo, 32 anos); Tamandaré (Sport, 25), Nem (Braga, 33), Valença (Santa Cruz, 24) e Lúcio (São Paulo, 27); Josué (São Paulo, 27), Cléber Santana (Santos, 25), Juninho Pernambucano* (Lyon, 31) e Rivaldo (Olympiacos, 34); Araújo (Cruzeiro, 29) e Carlinhos Bala (Santa Cruz, 27) 

Média de idade: 28 anos
Jogadores de clubes de PE: 3

2010 (África do Sul), 4-4-2
Bosco (São Paulo, 36 anos); Mariano (Fluminense, 24), Édson Henrique (Figueirense, 23), Rovérsio (Osasuna, 26) e Diego Renan (Cruzeiro, 20); Josué* (Wolfsburg, 31), Cléber Santana (São Paulo, 29), Hernanes (São Paulo, 25) e Juninho Pernambucano (Al-Gharafa, 35); Ciro (Sport, 21) e Araújo (Al-Gharafa, 33) 

Média de idade: 27 anos
Jogadores de clubes de PE: 1

2014 (Brasil), 4-4-2
Rodolpho (Chapecoense, 32 anos); Mariano (Bordeaux, 27), Édson Silva (São Paulo, 27), Kaká (La Coruña, 32) e Diego Renan (Criciúma, 24); Josué (Atlético-MG, 34), João Victor (Mallorca, 25), Cléber Santana (Flamengo, 32) e Hernanes* (Lazio, 28); Walter (Goiás, 24) e Bobô (Kayserispor, 28) 

Média de idade: 28 anos
Jogadores de clubes de PE: nenhum

2018 (Rússia), 4-3-3
Jefferson (Atlético-GO, 24 anos); Mariano (Galatasaray, 31), Aderlan (Vitória, 29), Camutanga (Náutico, 25) e Diego Renan (Figueirense, 28); Sandro Manoel (Al-Fateh, 28), Hernanes (Hebei China, 32) e Everton Felipe (Sport, 20); Rogério (Sport, 27), Joelinton (Rapid de Viena, 21) e Raniel (Cruzeiro, 21) 

Média de idade: 25 anos
Jogadores de clubes de PE: 3

* Jogadores que disputaram as respectivas Copas no ‘mundo real’

Pin It on Pinterest