Compartilhe!

Ao todo, a competição já registrou 72 gols em 24 jogos, com média exata de 3 por partida.

A Copa Pernambuco de 2019 será decidida com o clássico entre Santa Cruz e Náutico. Os dois principais times da competição, que lideraram os seus grupos na primeira fase, avançaram na semifinal e mantiveram o histórico recente de títulos concentrados na capital.

Será a 7ª vez consecutiva que o campeão sairá do trio de ferro, considerando o período de disputa intermitente entre 2006 e 2019. A última conquista do interior foi em 2005, através do Salgueiro. O curioso é que o torneio surgiu em 1994 como “Copa dos Clubes do Interior”, ganhando a denominação atual em 1996, justamente com a entrada dos times da capital – quase sempre com equipes mescladas.

E não foi diferente nesta edição, com a volta do torneio ao calendário oficial da FPF após sete anos na geladeira. Nesta versão Sub 23, Santa e Náutico também utilizaram peças do time júnior, sobretudo o alvirrubro, contando, por exemplo, com a promessa Juninho Carpina.

As classificações na fase semifinal
No primeiro mata-mata, o Santa goleou o Íbis duas vezes, 3 x 0 na ida e 4 x 1 no CT Ninho das Cobras – neste, com destaque para Leozinho, com 2 gols. Com isso, confirmou a melhor campanha geral e terá o mando na volta da decisão. O tricolor busca o 5º título, que o deixaria isolado na condição de maior vencedor. Já o Náutico teve mais dificuldade para avançar. Perdeu na ida por 1 x 0, em Pesqueira, e na volta, no Cabo, fez 2 x 0, com gols de Júlio e com o goleiro João pegando um pênalti aos 44/2T. Agora, o time de Rosa e Silva tentará repetir o título de 2011, o único até hoje. No topo, a festa das classificações, através das fotos de Rafael Melo (Santa) e Léo Lemos (Náutico).

Atualização (29/11) – A ida será em 02/12, no Gileno de Carli, e a volta em 06/12, no Ademir Cunha. Ambos às 15h. Os jogos finais serão transmitidos pelo canal de streaming da federação, a FPF TV.

Sobre o Santa Cruz
Escalação na semi: Marcel; Augusto Potiguar, Rangerson, Júnior e Matheus Vitor; André, Ítalo Henrique e João Cardoso; Fhellipe, Leozinho e Patrick. Técnico: Paulo Massaro

Campanha geral: 14 pontos em 6 jogos (4V, 2E e 0D; 19 GP e 4 GC)

Sobre o Náutico
Escalação na semi: João; Willian, Velasque, Carlão e Wendel; Bruno, Luis Felipe, Júlio e Juninho Carpina. Erick e Neto. Técnico: Dudu Capixaba

Campanha geral: 11 pontos em 6 jogos (3V, 2E e 1D; 10 GP e 3 GC)

Ranking de títulos da Copa Pernambuco
4x – Manchete* (1996, 1997, 2000 e 2002)
4x – Santa Cruz (2008, 2009, 2010 e 2012)
3x – Sport (1998, 2003 e 2007)
2x – Vitória (1995 e 2004)
1x – Ypiranga (1994)
1x – Porto (1999)
1x – Central (2001)
1x – Salgueiro (2005)
1x – Náutico (2011)
* O clube foi campeão como Recife FC, mas mudou de nome em 2005

Os maiores públicos da história da Copa Pernambuco
1º) 17.571 – Santa Cruz 4 x 3 Central (Arruda, 28/11/2009)*
2º) 8.015 – Santa Cruz 4 x 0 Atlético-PE (Arruda, 02/07/2008)*
3º) 5.820 – Santa Cruz 3 x 3 Sport (Arruda, 28/11/2010)
4º) 5.000 – Náutico 1 x 2 Sport (Aflitos, 12/11/2007)*
5º) 2.644 – Central 2 x 2 Santa Cruz (Lacerdão, 22/11/2009)
* A decisão do torneio


Compartilhe!