Compartilhe!

Um dos poucos torcedores do CSA em Brasília, apesar do mando de campo favorável. Foto do CSA.

O jogo entre CSA e Flamengo teve 37.673 pagantes, que adquiriram bilhetes entre R$ 60 e R$ 300. A renda de R$ 2,9 milhões foi a maior já obtida pelo clube alagoano. Na verdade, foi a maior já registrado por um clube nordestino. Entretanto, a partida não ocorreu na região.

O azulão tem a menor cota de TV no Brasileirão 2019, com projeção de R$ 28 milhões. Por isso, acabou aceitando a proposta de R$ 1,2 milhão para transferir para Brasília o mando de campo na 9ª rodada e ceder a renda à empresa Belmonte Sports – segundo informação dada pelo site globoesporte. No Mané Garrincha, a torcida do CSA foi mínima – a atmosfera foi semelhante a de um jogo do Flamengo no Maracanã. Em campo, o time foi derrotado por 2 x 0, gols de Vitinho e Gabigol.

A mudança frustrou o público de Maceió, tanto os torcedores do CSA quanto os torcedores do Flamengo, o clube mais popular em AL – o último duelo lá foi em 1985, num amistoso vencido pelo time carioca por 4 x 0. Obviamente, a queixa à vera é da torcida do CSA, que viu o seu mando reduzido. Financeiramente a receita obtida poderá financiar dois reforços, visando a dura caminhada na Série A. Por outro lado, um jogo esperado há tempos foi relegado, diminuindo a confiança – creio. O que você achou da decisão da direção do clube alagoano?

Em relação à renda bruta, listo abaixo as dez maiores já registradas por clubes do Nordeste. Porém, vale salientar que para o levantamento do blog, presente no menu, este jogo não será contabilizado, pois não aconteceu na região. A influência do CSA na partida foi burocrática.

As maiores rendas com mando de campo nordestino*
1º) R$ 2.949.665 – CSA 0 x 2 Flamengo (Mané Garrincha-DF, 12/06/2019)
2º) R$ 2.582.575 – Fortaleza 0 x 0 Brasil-RS (Castelão-CE, 17/10/2015)
3º) R$ 2.356.087 – Fortaleza 1 x 1 Juventude (Castelão-CE, 09/10/2016)
4º) R$ 1.981.117 – Fortaleza 1 x 1 Macaé (Castelão-CE, 25/11/2014)
5º) R$ 1.954.900 – Bahia 1 x 5 Vitória (Fonte Nova-BA, 07/04/2013)
6º) R$ 1.807.162 – Ceará 2 x 1 Bahia (Castelão-CE, 29/04/2015)
7º) R$ 1.636.160 – Ceará 0 x 3 Flamengo (Castelão-CE, 29/04/2018)
8º) R$ 1.620.453 – Bahia 1 x 0 Sport (Fonte Nova-BA, 24/05/2017)
9º) R$ 1.598.952 – Bahia 0 x 0 Sampaio Corrêa (Fonte Nova-BA, 07/07/2018)
10º) R$ 1.576.220 – Náutico 1 x 0 Newell’s Old Boys (Aflitos-PE, 16/12/2018)
* Considerando apenas o mando, independentemente da localização

Leia mais sobre o assunto
Todas as rendas dos clubes do Nordeste, em jogos na região, acima de R$ 1 milhão

Abaixo, o público no Mané Garrincha no apito inicial de CSA x Fla. Arquibancada rubro-negra.


Compartilhe!