Compartilhe!

Junot Lacet Filho/CBF

Mais uma taça para a galeria do Fortaleza, incansável…

A passagem de Rogério Ceni no Fortaleza já está, definitivamente, entre os momentos mais vitoriosos da centenária história tricolor. Ao vencer o Botafogo em João Pessoa, de novo por 1 x 0, com outro gol de Wellington Paulista, o leão conquistou a sua primeira Copa do Nordeste. A festa dos dois mil torcedores no Almeidão, e de outros tantos fora dali, foi a continuação de um trabalho de 17 meses. Uma retomada impressionante, com três taças nos últimos 7 meses, com a inédita Série B de ponta a ponta (em 11/2018), o Estadual no centenário do Clássico-Rei (04/2019), e agora o Nordestão, reforçando ainda mais a imagem do clube na região (05/2019).

O Fortaleza foi um time estável em toda a competição regional. Começou vencendo o Náutico por 3 x 1, nos Aflitos, e até o triunfo decisivo sofreu apenas um revés. Na decisão, na ida, precisou de 78 minutos para marcar no Castelão. Na volta, apenas 3, com o centroavante se aproveitando da imensa bobeira da zaga paraibana, após Lula afastar mal a bola. Dali até o apito final, um jogo amarrado, a partir da boa vantagem construída, com o Bota esbarrando no nervosismo e na diferença técnica das equipes, uma da Série A e outra da Série C.

Aos 39 minutos do segundo tempo a torcida já gritava “é campeão!”. Pela partida, o grito já parecia mesmo definitivo, com a taça indo para o Fortaleza em sua 11ª participação, numa campanha com o melhor ataque e a melhor defesa – não sofreu um gol sequer nos últimos cinco jogos. Assim, o clube tornou-se o 9º a vencer a competição regional. E o futebol cearense, com dois clubes na elite nacional, segue em alta. Longe do acaso, com o sólido trabalho do técnico Rogério Ceni sendo um expoente bastante claro.

Parabéns, Fortaleza!

Escalação do Botafogo (piores: 1 Lula, 2 Israel)
Saulo; Israel, Lula, Donato e Fabio Alves; Rogério (Dico, 16/2T), Marcos Vinícius (Enercino, 10/2T) e Wellington Cezar (Paulo Renê, 39/2T); Marcos Aurélio; Clayton e Nando. Técnico: Evaristo Piza

Escalação do Fortaleza (melhores: 1 Boeck, 2 Wellington, 3 Felipe)
Marcelo Boeck; Tinga, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Araruna e Felipe; Romarinho (Marlon, 27/1T), Júnior Santos, Wellington Paulista (Dodô, 18/2T) e Osvaldo (Marcinho, 15/2T). Técnico: Rogério Ceni

Histórico de Botafogo-PB x Fortaleza (todos os mandos)
28 jogos
15 vitórias do Fortaleza (53,5%)
6 empates (21,4%)
7 vitórias do Botafogo-PB (25,0%)

Campanha do Fortaleza
12 jogos
7 vitórias
4 empates
1 derrota
19 GP e 6 GC
25 pontos, com 69,4 de aproveitamento

Títulos da Copa do Nordeste
4 – Vitória (1997, 1999, 2003 e 2010)
3 – Sport (1994, 2000 e 2014)
3 – Bahia (2001, 2002 e 2017)
1 – América-RN (1998)
1 – Campinense (2013)
1 – Ceará (2015)
1 – Santa Cruz (2016)
1 – Sampaio Corrêa (2018)
1 – Fortaleza (2019)

Títulos do Fortaleza à parte do Estadual
1 Série B (2018)
1 Torneio Norte-Nordeste (1970)
1 Copa do Nordeste (2019)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Rafael Brasileiro e Thiago Minhoca):

Caio Falcão/AGIF (via CBF)


Compartilhe!