Compartilhe!

Lucho ergue a taça intercontinental, a caminho de Curitiba. Fotos de Miguel Locatelli/Athletico.

Ao conquistar o inédito título da Copa Sul-Americana, em 2018, o Athletico Paranaense ganhou outras três benesses. No caso, as participações na Libertadores, onde chegou às oitavas, na Recopa, onde foi vice, e na disputa entre os vencedores da Sula e da Copa da J. League do Japão. Curiosidade à parte, é uma taça oficial da Conmebol. Então, na terceira vertente do primeiro título internacional, o furacão obteve o segundo.

Sem dificuldades, o Athletico goleou o Shonan Bellmare por 4 x 0 e faturou a “Copa Levain”. Marcelo Cirino, Rony, Thonny Anderson e Braian Romero marcaram os gols em Hiratsuka, a 64 km do Tóquio, na primeira apresentação do clube no país. Foi o maior placar já estabelecido nesta taça, criada em 2008. Não está reconhecendo o nome? Pois é, a denominação do torneio intercontinental mudou nesta temporada, devido à saída da antigo patrocinador – antes, chamava-se Copa Suruga Bank.

A goleada do CAP pode deixar a ideia de uma taça protocolar em terras nipônicas, mas na prática não é bem assim. Em 12 edições, o placar aponta Japão 6 x 6 Conmebol – e a vantagem japonesa vinha desde 2012. No cenário brasileiro, foi apenas o 2º título, juntando-se ao triunfo do Internacional em 2009 – depois, São Paulo (2013) e Chapecoense (2017) perderam.

Obviamente, a vitória do time treinador por Tiago Nunes também rendeu uma boa grana, com US$ 900 mil (R$ 3,45 milhões). E assim, o Athletico, estruturado e estabilizado financeiramente, vai colocando mais um tijolinho em sua história, que não para de crescer.

O retrospecto em 12 edições da Copa Suruga/Copa Levain
5x – Japão (Kashima Antles 2x, Tokyo, Júbilo Iwata, Kashiwa Reysol e Urawa)
3x – Argentina (Arsenal, River Plate e Independiente)
2x – Brasil (Inter e Athletico-PR)
1x – Colômbia (Santa Fe)

Os 13 times brasileiros com títulos internacionais oficiais
12x – São Paulo (3 Mundiais, 3 Libertadores, 1 Supercopa, 1 Sula, 1 Conmebol, 2 Recopas, 1 Master)
8x – Santos (2 Mundiais, 3 Libertadores, 1 Conmebol, 1 Recopa Intercontinental, 1 Recopa)
7x – Internacional (1 Mundial, 2 Libertadores, 1 Sula, 2 Recopas, 1 Suruga)
7x – Cruzeiro (2 Libertadores, 2 Supercopas, 1 Recopa, 1 Copa Ouro, 1 Master)
6x – Grêmio (1 Mundial, 3 Libertadores, 2 Recopas)
4x – Corinthians (2 Mundiais, 1 Libertadores, 1 Recopa)
4x – Flamengo (1 Mundial, 1 Libertadores, 1 Mercosul, 1 Copa Ouro)
4x – Atlético-MG (1 Libertadores, 2 Copas Conmebol, 1 Recopa)
3x – Vasco (1 Libertadores, 1 Sul-Americano, 1 Mercosul)
2x – Palmeiras* (1 Libertadores, 1 Mercosul)
2x – Atlético-PR (1 Sula, 1 Levain)
1x – Chapecoense (1 Sula)
1x – Botafogo (1 Conmebol)
* O clube também venceu a Copa Rio em 1951

Ao todo, são 61 títulos internacionais oficiais do Brasil, em torneios envolvendo clubes, incluindo 10 Mundiais (Copa Intercontinental e Mundial da Fifa) e 18 Libertadores, com a primeira em 1962.


Compartilhe!