Compartilhe!

Live FC/reprodução

O Santa foi buscar a classificação no limite de suas forças, de sua concentração, de sua fé.

Jogando com um a menos, após a expulsão de Marcos Martins, o tricolor perdia do CRB por 1 x 0, com a vaga à semifinal regional escapando em casa. O relógio já corria aos 47 minutos do segundo tempo, quando o time foi todo ao ataque, até o goleiro Anderson. Na segunda tentativa, com a área adversária infestada de tricolores, o zagueiro William Alves empatou de cabeça, na raça. Estendeu a disputa às penalidades, levando ainda mais pressão ao confronto, com muita gente que já havia deixado o Arruda correndo de volta, da Avenida Beberibe para a arquibancada.

Na primeira série de cobranças, os dez jogadores converteram. Chute forte, chute colocado, “caqueado” antes do chute. Teve de tudo, só não mudou o resultado, com a bola na rede, com o 5 x 5. Veio a série alternada. Os corais seguiram batendo primeiro. Converteram com Augusto Potiguar, Ítalo Henrique e Allan Dias – que havia perdido na última disputa de pênaltis, pelo Estadual. Com 8 x 7 no placar, foi a vez do ponta alvirrubro Mailson se dirigir à barra da Rua das Moças. Bastante vaiado, cobrou no canto esquerdo de Anderson, que defendeu com os pés, colocando o Santa Cruz em mais uma semifinal de Copa do Nordeste.

Desde a volta do torneio, em 2013, esta é a 4ª vez entre os quatro melhores, sendo um dos participantes de melhor rendimento no mata-mata – são 6 classificações em 10 duelos no período. Jogou bem nas quartas? Não, não jogou. Teve pouquíssima produtividade ofensiva e muitos erros na articulação. Ainda assim, está lá. Simplesmente por não desistir.

Escalação do Santa (melhores: 1 William Alves, 2 Anderson, 3 Carlos)
Anderson; Marcos Martins, William Alves, Danny Morais e Carlos Renato; Lorenzi (Charles, 20/1T), Ítalo e Allan Dias; Elias (Dudu, 15/2T), Pipico e Augusto (Augusto RN, 24/2T). Técnico: Leston Júnior

Escalação do CRB (melhor: Barbio; pior: Mailson)
Edson Mardden; Júnior, Wellington, Mattis e Igor; Claudinei, Lucas (Ferrugem, intervalo) e Felipe Menezes; William Barbio, Mailson e Victor Rangel (Zé Carlos, 24/2T). Técnico: Roberto Fernandes

Histórico geral de Santa x CRB (todos os mandos)
73 jogos
33 vitórias tricolores (45,2%)
19 empates (26,0%)
21 vitórias alagoanas (28,7%)

Campanhas do Santa na volta do Nordestão (entre parênteses, a premiação)
2013 – Quartas de final (R$ 300 mil)
2014 – Semifinal (R$ 850 mil)
2015 – não participou
2016 – Campeão (R$ 2,385 milhões)
2017 – Semifinal (R$ 1,6 milhão)
2018 – Quartas de final (R$ 1,45 milhão)
2019 – Semifinal (R$ 2,89 milhões, sendo R$ 375 mil pela vaga), em andamento
Total: R$ 9,475 milhões

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Fred Figueiroa e Rafael Brasileiro):

Live FC/reprodução


Compartilhe!