Compartilhe!

Vladimir Melo (à esquerda), o diretor da TV Jornal, com o novo contrato de transmissão.

Além da finalíssima da Copa do Nordeste de 2019, a cidade de João Pessoa foi palco da decisiva reunião entre a cúpula da Liga do Nordeste e a direção do SBT na região, tratando da renovação contratual para a transmissão do torneio. E a assinatura contemplou mais três edições no Sistema Brasileiro de Televisão.

De certa forma, o desfecho é surpreendente, pois, nos bastidores, a Rede Globo tinha interesse em recuperar o sublicenciamento na tevê aberta – a emissora exibiu o regional pela última vez em 2017, não concordando depois com os termos do Esporte Interativo, detentor de todos os direitos. Na época, o Sport abriu mão da vaga, com a volta assegurada em 2020. Por sinal, pela primeira vez em 18 anos os sete maiores clubes da região (os 3 de PE, os 2 da BA e os 2 do CE) estarão juntos no Nordestão, agregando mais valor – embora, em termos de audiência, haja uma redução em relação à Globo, com média maior. Por outro lado, a Globo passava a competição apenas nos três principais centros (PE, BA e CE).

No SBT, o formato de transmissão deve seguir com jogos em todo o Nordeste – segue a expectativa de algum jogo na rede nacional, fato que não aconteceu em 2019. Na região, o canal tem 11 afiliadas: TV Jornal (PE; Recife e Caruaru), TV Aratu (BA), TV Jangadeiro (CE), TV Ponta Verde (AL), TV Difusora (MA; São Luís e Imperatriz), TV Tambaú (PB, João Pessoa), TV Borborema (PB, Campina Grande), TV Cidade Verde (PI) e TV Ponta Negra (RN). Até o sorteio dos grupos, em outubro, as novas cotas devem ser divulgadas, já com a garantia de aumento.

Transmissões na Copa do Nordeste
2013 – Globo (TV aberta) e Esporte Interativo (TV fechada)
2014 – Globo (TV aberta) e Esporte Interativo (TV fechada)
2015 – Globo (TV aberta) e Esporte Interativo (TV fechada)
2016 – Globo (TV aberta) e Esporte Interativo (TV fechada)
2017 – Globo (TV aberta) e Esporte Interativo (TV fechada)
2018 – SBT (TV aberta) e Esporte Interativo (TV fechada)
2019 – SBT (TV aberta) e Fox Sports (TV fechada)
2020 – SBT (TV aberta) e Fox Sports (TV fechada)
2021 – SBT (TV aberta) e Fox Sports (TV fechada)
2022 – SBT (TV aberta), com tevê fechada ainda sem contrato

Acordo judicial garante o Nordestão até 2022
O novo contrato de transmissão vai até 2022, justamente o último ano garantido no calendário oficial da CBF, após acordo judicial entre a confederação e a liga – que ganhara na justiça uma indenização milionária devido à suspensão da competição em 2003. O acordo previa a realização de dez edições, 2013-2022. Apesar do sucesso econômico do torneio, com o aumento anual das cotas desde então, de R$ 5,6 mi em 2013 para R$ 31,4 mi em 2019, a continuação segue sendo costurada (haja política). Curiosamente, 2022 também marca o fim do contrato da Liga do Nordeste com a Turner, a atual controladora do Esporte Interativo, que se comprometeu a bancar R$ 30 milhões por edição apesar de não exibi-la – foi a forma encontrada para uma “rescisão amigável”.

A evolução da cota total da Copa do Nordeste
2013 – R$ 5,60 milhões
2014 – R$ 10,00 milhões (+4,40 mi; +78,5%)
2015 – R$ 11,14 milhões (+1,14 mi; +11,4%)
2016 – R$ 14,82 milhões (+3,68 mi; +33,0%)
2017 – R$ 18,52 milhões (+3,70 mi; +24,9%)
2018 – R$ 22,40 milhões (+3,88 mi; +20,9%)
2019 – R$ 31,44 milhões (+8,64 mi; +40,3%)

Os subgrupos de cotas na fase de grupos de 2020 (valores a definir)
1º subgrupo – Bahia (15º no Ranking da CBF), Sport (16º), Vitória (17º) e Ceará (23º)
2º subgrupo – Santa Cruz (28º), CRB (32º), Fortaleza (33º) e Náutico (36º)
3º subgrupo – ABC (43º), CSA (45º), Botafogo-PB (46º) e América-RN (49º)
4º subgrupo – Confiança (53º), River (72º), Imperatriz (111º) e Frei Paulistano (s/r)

Leia mais sobre o assunto
Os 16 clubes na fase principal da Copa do Nordeste de 2020, já com subdivisão de cotas

Fortaleza vence o Botafogo lá e lô e conquista a Copa do Nordeste de 2019. Incansável


Compartilhe!