Compartilhe!

Anderson Freire/Sport Club do Recife

Tecnicamente, o jogo entre Sport e Vitória foi bem pobre, ruim mesmo. Apesar do apoio de 22.652 torcedores na Ilha do Retiro, o time pernambucano não conseguiu se impor diante do rival baiano. Com o empate sem gols, se manteve fora da zona de rebaixamento, mas não com a vantagem que imaginava, sobretudo porque agora a tabela volta a ficar complicada.

A tensão em campo aumentou já na segunda-feira, após a vitória da Chape no Pacaembu, no encerramento da rodada passada. Na ocasião, o Sport ficou com a mesma pontuação do 17º, à frente só pelo nº de vitórias. No caso do Vitória, mais um concorrente dentro do Z4. Se foi determinante ou não, o fato é que os times não corresponderam. O Sport, para ser mais preciso, não conseguiu se encontrar na ausência de Gabriel, suspenso. Rogério passou longe da função e Rafael Marques, na segunda metade, foi ainda pior. A falta de transição aumentou o número de lançamentos, com a zaga cortando, o volante dominando e sofrendo a falta. Jogo duro de assistir, embora tenha passado ao vivo na tevê aberta para o Recife e para Salvador.

No lado visitante, a melhor chance foi proporcionada por uma falha bizarra de Mailson, que quase repôs a bola, com as mãos, para a própria meta. Correndo desesperado, evitou o pior. No mandante, as melhores chances foram em lançamentos em diagonal, o primeiro no início do jogo, com Rogério dominando mal e finalizando ainda pior, e o segundo já aos 36/2T. Com visão de jogo, Fellipe mandou para o outro lado do campo para Mateus, que dominou, avançou e bateu na trave. Pelo futebol apresentado pelo Sport, um gol àquela altura seria um lucro enorme. No entanto, o 0 x 0, ruim para os dois, foi um placar bem justo…

Escalação do Sport (melhores: 1 Mateus, 2 Marcão; piores: 1 Rafael, 2 Michel)
Mailson; Andrigo, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão, Jair (Morato, 39/T) e Michel Bastos; Rogério (Rafael Marques, intervalo), Hernane Brocador (Fellipe Bastos, 20/2T) e Mateus Gonçalves

O leão sob o comando de Milton Mendes (8 jogos; 4V, 2E e 2D; 11 GP e 14 GC)
30/09 (27ª) – Sport 2 x 5 Atlético-MG (fora)
05/10 (28ª) – Sport 2 x 1 Internacional (casa)
14/10 (29ª) – Sport 0 x 4 Atlético-PR (fora)
20/10 (30ª) – Sport 2 x 1 Vasco (casa)
27/10 (31ª) – Sport 4 x 3 Grêmio (fora)
05/11 (32ª) – Sport 1 x 0 Ceará (casa)
11/11 (33ª) – Sport 0 x 0 Fluminense (fora)
14/11 (34ª) – Sport 0 x 0 Vitória (casa)

Histórico geral de Sport x Vitória (todos os mandos)
76 jogos
29 vitórias pernambucanas (38,1%)
22 empates (28,9%)
25 vitórias baianas (32,8%)

Histórico de Sport x Vitória pela Série A (todos os mandos)
25 jogos
9 vitórias pernambucanas (36,0%)
7 empates (28,0%)
9 vitórias baianas (36,0%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami e Fred Figueiroa)

Anderson Freire/Sport Club do Recife


Compartilhe!