Compartilhe!

Leandrinho errou bastante em Curitiba. Já Rodrigo sequer finalizou. Fotos: Coritiba/Twitter.

Num confronto direto pelo G4, o Sport fez uma partida segura em Curitiba. Não perder do Coxa significaria a manutenção de uma diferença de 4 pontos. Porém, a forma como se desenhou o jogo deixou a sensação de que faltou contundência ofensiva ao leão por algo mais.

No Couto Pereira, no duelo entre 3º (mandante) e o 2º (visitante), na abertura da 33ª rodada da Série B, o time pernambucano controlou o jogo. Teve mais posse de bola (57% no 1T e 53% no 2T) e jogou próximo à barra de Alex Muralha. Porém, das 11 finalizações, entre cabeçadas e chutes prensados, nenhuma foi na meta do goleiro adversário – neste ponto, tecnicamente, o Sport foi mal de novo. Já o Coritiba, vaiado, só chegou 6 vezes na meta de Luan Polli, mas ao menos uma vez exigiu um trabalho mais apurado do goleiro, já aos 32/2T – o leonino saiu bem e e garantiu o 0 x 0.

A iniciativa do time de Guto foi bem superior àquela apresentação em Campinas, no moroso revés diante do Bugre. Entretanto, o setor de criação, leia-se Leandrinho, seguiu abaixo da média. Mas não só o meia. Na direita, o burocrático lateral Norberto quase não apareceu, fazendo o time jogar basicamente do outro lado, na faixa esquerda, mais encaixada.

Voltando à direita, a exceção ficou por conta de Hyuri, lá na ponta. Ele apareceu mais, em velocidade, mas “enfeitou” demais a bola, entre deixadas e toques de primeira. Como atacante, faltou finalizar. Quanto ao Brocador, sem um rebote ou uma assistência clara (pelo alto, mais de 20, sem sucesso), restou lutar o jogo todo. Desta vez, por um empate satisfatório, que deixa o Sport a duas vitórias do acesso, tendo três jogos na Ilha entre os cinco últimos.

Sport na Série B de 2019
Mandante (16 jogos, 33 pts e 68.7%): 9V, 6E e 1D
Visitante (17 jogos, 24 pts e 47.0%): 5V, 9E e 3D

Escalação do Sport (melhores: 1 Willian, 2 Thyere; piores: 1 Leandrinho, 2 Norberto)
Luan Polli; Norberto, Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias, Charles e Leandrinho (Marquinho, 35/2T); Hyuri (Marcinho, 26/2T), Brocador (Elton, 40/2T) e Guilherme. Técnico: Guto Ferreira

Escalação do Coritiba (melhor: Matheus Sales; pior: Robson)
Alex Muralha; Diogo Mateus, Natan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Serginho (Thiago Lopes, 13/2T), Giovanni (Igor Paixão, 22/2T) e Juan Alano; Rodrigão e Robson (Igor Jesus, 36/2T). Técnico: Jorginho

Histórico geral de Coritiba x Sport (todos os mandos)
39 jogos
15 vitórias rubro-negras (38,4%)
12 empates (30,7%)
12 vitórias paranaenses (30,7%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Celso Ishigami, Fred Figueiroa e João Pereira):


Compartilhe!