Compartilhe!

No Morumbi, 38.749 pessoas. Na TV, na cidade de São Paulo, 4,2 milhões de telespectadores.

A 3ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019 registrou a melhor audiência na tevê aberta no país, até o momento. Considerando as 15 regiões metropolitanas medidas pela Kantar Ibope Madia, o índice na Rede Globo foi de 23,2 pontos – curiosamente, foi a 6ª maior audiência da emissora pela segunda semana seguida (neste caso, comparando com novelas, telejornais etc).

Na telinha, foco no jogo entre São Paulo e Flamengo, com 25 estados sintonizados. As exceções foram Minas Gerais e Goiás, devido ao jogo Cruzeiro x Goiás. Considerando só as cidades de São Paulo e Rio, as mais populosas do Brasil, foram mais de 7 milhões de telespectadores alcançados – ou seja, pessoas que viram pelo menos 1 minuto da partida durante a tarde de domingo.

Considerando a audiência média, o destaque ficou com Manaus, com boas audiências nesta largada da competição. A capital amazonense igualou a marca de Fortaleza na rodada anterior, com os mesmos 31,4 pontos. Nesta rodada, as três capitais nordestinas presentes (Recife, Salvador e Fortaleza) ficaram no Z4, com Porto Alegre na lanterna pela 2ª vez em 3 rodadas – o público gaúcho parece ignorar o futebol sem Grêmio e Internacional.

Obs. O blog continuará com publicações semelhantes sempre que for possível mensurar os dados de audiência futebolística na televisão aberta nos 15 mercados, através do Ibope.

Audiência média em pontos na 3ª rodada (05/05/2019)
1º) 31,4 – Manaus (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
2º) 29,7 – Vitória (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
3º) 27,3 – Brasília (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
4º) 27,2 – Rio de Janeiro (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
5º) 25,3 – Belém (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
6º) 24,6 – Belo Horizonte (Cruzeiro 2 x 1 Goiás)
7º) 23,5 – São Paulo (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
8º) 22,7 – Goiânia (Cruzeiro 2 x 1 Goiás)
9º) 21,8 – Campinas (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
10º) 21,0 – Florianópolis (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
11º) 20,8 – Curitiba (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
12º) 19,3 – Fortaleza (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
13º) 18,0 – Recife (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
14º) 17,0 – Salvador (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
15º) 15,5 – Porto Alegre (São Paulo 1 x 1 Flamengo)

Nº de telespectadores diferentes alcançados na 3ª rodada (05/05/2019)
1º) 4,239 milhões – São Paulo (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
2º) 2,823 milhões – Rio de Janeiro (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
3º) 1,107 milhão – Belo Horizonte (Cruzeiro 2 x 1 Goiás)
4º) 839 mil – Porto Alegre (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
5º) 706 mil – Recife (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
6º) 686 mil – Fortaleza (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
7º) 628 mil – Brasília (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
8º) 627 mil – Salvador (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
9º) 588 mil – Curitiba (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
10º) 509 mil – Goiânia (Cruzeiro 2 x 1 Goiás)
11º) 464 mil – Belém (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
12º) 430 mil – Vitória (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
13º) 423 mil – Manaus (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
14º) 413 mil – Campinas (São Paulo 1 x 1 Flamengo)
15º) 202 mil – Florianópolis (São Paulo 1 x 1 Flamengo)

A seguir, os respectivos rankings considerando toda a competição nacional na tela da Globo. Até aqui foram 3 rodadas realizadas e 7 jogos diferentes transmitidos na tevê aberta.

As 10 maiores audiências médias na edição de 2019 (em pontos)
1º) 31,4 – Fortaleza (Fortaleza 2 x 1 Athletico-PR, 01/05; 2ª)
1º) 31,4 – Manaus (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª)
3º) 29,7 – Vitória (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª)
4º) 27,4 – Manaus (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª)
5º) 27,3 – Brasília (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª)
6º) 27,2 – Rio de Janeiro (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª)
7º) 26,8 – Manaus (Athletico-PR 4 x 1 Vasco, 28/04; 1ª)
8º) 26,5 – Goiânia (Goiás 1 x 2 São Paulo, 01/05; 2ª)
9º) 25,9 – Salvador (Bahia 3 x 2 Corinthians, 28/04; 1ª)
10º) 25,3 – Vitória (Athletico-PR 4 x 1 Vasco, 28/04; 1ª)
10º) 25,3 – Belém (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª)
10º) 25,3 – Belém (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª)

As 10 maiores audiências absolutas na edição de 2019 (nº de telespectadores)
1º) 4,976 milhões – São Paulo (Goiás 1 x 2 São Paulo, 01/05; 2ª)
2º) 4,725 milhões – São Paulo (Bahia 3 x 2 Corinthians, 28/04, 1ª)
3º) 4,239 milhões – São Paulo (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª)
4º) 2,932 milhões – Rio de Janeiro (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª)
5º) 2,823 milhões – Rio de Janeiro (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª)
6º) 2,477 milhões – Rio de Janeiro (Athletico-PR 4 x 1 Vasco, 28/04, 1ª)
7º) 1,293 milhão – Belo Horizonte (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª)
8º) 1,107 milhão – Belo Horizonte (Cruzeiro 2 x 1 Goiás, 05/05; 3ª)
9º) 1,020 milhão – Belo Horizonte (Athletico-PR 4 x 1 Vasco, 28/04, 1ª)
10º) 919 mil – Recife (Bahia 3 x 2 Corinthians, 28/04, 1ª)

Leia mais sobre o assunto
A classificação e os destaques da Série A após a 3ª rodada


Compartilhe!