Compartilhe!

O primeiro clássico entre Fortaleza e Ceará após a confirmação dos dois clubes na Série A de 2019 foi visto por 38.831 pessoas no Castelão e quase um milhão diante da televisão, na maior audiência do futebol cearense nesta temporada. Considerando a audiência média, na casa de 35 pontos, foi a maior do país no horário do futebol na Rede Globo em 10 de março.

A partida, que foi exibida pela afiliada TV Verdes Mares, terminou num empate sem gols. E olhe que o dado geral ainda deve ter sido um pouco maior, pois o confronto entre os times de Rogério Ceni e Lisca também foi transmitido pela TV Diário – com um índice historicamente menor. Os dados foram divulgados pela Kantar Media Ibope, que mede a audiência na tevê aberta em 15 metrópoles brasileiras – com outras duas cidades nordestinas presentes, Recife e Salvador.

Na capital pernambucana, a vitória do Náutico num estádio de portões fechados ainda ficou em 7º lugar no quadro qualitativo. No quantitativo, com mais de 700 mil telespectadores, ficou em 6º. Já em Salvador, uma situação curiosa. O jogo do dia, lá, foi o Ba-Vi, que passou na grade do SporTV. A Rede Bahia, a afiliada da Globo, exibiu o clássico de Feira de Santana (Flu x Bahia), com a penúltima posição entre as 14 cidades presentes. Outra vez, Vitória-ES acabou fora, com problemas na medição – o quadro mostra “0,5 ponto”, dado impossível na Globo.

Obs. O blog continuará com publicações semelhantes sempre que for possível mensurar os dados de audiência futebolística na tevê aberta nos 15 mercados, através do Ibope.

Audiência média em pontos (10/03/2019)
1º) 35,4 – Fortaleza (Fortaleza 0 x 0 Ceará)
2º) 25,2 – Campinas (Corinthians 0 x 0 Santos)
3º) 23,9 – São Paulo (Corinthians 0 x 0 Santos)
4º) 21,8 – Porto Alegre (Internacional 2 x 0 Aimoré)
5º) 21,4 – Belém (Fluminense 2 x 1 Cabofriense)
6º) 19,4 – Belo Horizonte (Cruzeiro 2 x 0 Tombense)
7º) 17,9 – Recife (América 0 x 1 Náutico)
8º) 17,3 – Manaus (Fluminense 2 x 1 Cabofriense)
9º) 16,6 – Rio de Janeiro (Fluminense 2 x 1 Cabofriense)
10º) 15,6 – Florianópolis (Criciúma 0 x 1 Chapecoense)
11º) 14,7 – Curitiba (Athletico-PR 8 x 2 Toledo)
12º) 13,9 – Brasília (Corinthians 0 x 0 Santos)
13º) 12,3 – Salvador (Fluminense de Feira 0 x 2 Bahia de Feira)
14º) 11,7 – Goiânia (Vila Nova 3 x 2 Anapolina)

Audiência média em nº de telespectadores (10/03/2019)
1º) 4,447 milhões – São Paulo (Corinthians 0 x 0 Santos)
2º) 2,211 milhões – Rio de Janeiro (Fluminense 2 x 1 Cabofriense)
3º) 1,030 milhão – Belo Horizonte (Cruzeiro 2 x 0 Tombense)
4º) 980 mil – Fortaleza (Fortaleza 0 x 0 Ceará)
5º) 860 mil – Porto Alegre (Internacional 2 x 0 Aimoré)
6º) 712 mil – Recife (América 0 x 1 Náutico)
7º) 639 mil – Curitiba (Athletico-PR 8 x 2 Toledo)
8º) 507 mil – Salvador (Fluminense de Feira 0 x 2 Bahia de Feira)
8º) 507 mil – Belém (Fluminense 2 x 1 Cabofriense)
10º) 441 mil – Campinas (Corinthians 0 x 0 Santos)
11º) 417 mil – Brasília (Corinthians 0 x 0 Santos)
12º) 367 mil – Goiânia (Vila Nova 3 x 2 Anapolina)
13º) 344 mil – Manaus (Fluminense 2 x 1 Cabofriense)
14º) 174 mil – Florianópolis (Criciúma 0 x 1 Chapecoense)

Confira os outros rankings de audiência divulgados em 2019: 20/0127/0103/0217/02, 20/02 e 10/03.


Compartilhe!