Compartilhe!

Anderson Freire/Sport Club do Recife

Pela terceira vez em dez anos, o Sport reabre as portas de sua principal loja oficial, uma peça importante no trabalho de marketing e de licenciamento do clube. O espaço para o empreendimento tem 500 metros quadrados, numa área ampla anexa à sede social do clube.

Desta vez, a “Cazá do Sport” vem com uma ambientação inspirada na Ilha do Retiro, com a instalação do banco de reservas e de assentos das sociais na decoração, além do piso que lembra o gramado e de um painel com Dona Maria, torcedora-símbolo. Neste projeto para a reabertura, a área foi dividida com a cafeteria DeltaExpresso, numa simbiose já vista nos Aflitos, com uma franquia ao lado da Timbushop, a loja do Náutico.

Voltando ao Sport, a loja retoma uma ideia executada em 29 de fevereiro de 2008, a data da inauguração. Então como “Espaço Sport”. Desde então, a administração passou pela Roxos e Doentes, pela Filon e pelo próprio clube. Além disso, os uniformes também mudaram no período, com Lotto (Itália), Adidas (Alemanha) e Under Armour (EUA). Em abril de 2014, a loja fechou as portas, voltando só em janeiro de 2016, já como Cazá do Sport (21 meses!). Neste ano, nova paralisação, com uma necessária reforma para um “novo conceito”, na definição do próprio departamento de marketing do clube.

Obs. Em maio de 2017, o leão lançou a ideia de um memorial na Ilha do Retiro. No projeto, a loja oficial seria a parte final do tour, semelhante ao que ocorre nos museus de Barça e Real. Porém, o prazo de entrega da obra era 12/2018. A loja voltou, enquanto o museu segue engavetado.

Lojas oficias do Sport
Cazá do Sport (loja) – Sede
Embaixada da Ilha (quiosques) – O novo operador deverá abrir 5 unidades nos próximos anos*
* Entre 2010 e 2016, o clube chegou a ter 5 quiosques (em shoppings) e 2 lojas

Anderson Freire/Sport Club do Recife


Compartilhe!