Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

A linha do tempo e as páginas sobre a reabertura dos Aflitos e o hexacampeonato estadual.

Celebrando os 120 anos de fundação, o Náutico terá um extenso álbum de figurinhas. O livro ilustrado tem 60 páginas, contando toda a história do clube, desde a origem com o remo, no Rio Capibaribe, ao futebol, com a era de ouro na década de 1960, e uma seção para a própria torcida que adquirir o produto oficial.

Na pré-venda, de 15 a 25 de setembro, os compradores poderão enviar suas imagens relacionadas ao clube. A equipe de edição da revista selecionará 120 imagens, das quais 18 serão transformadas em figurinhas numa página dupla, com as outras 102 formando um mosaico especial. Além do engajamento, a proposta acaba alavancando a própria monetização do álbum, com expectativa de 3 mil exemplares já na pré-venda.

Este álbum oficial vinha sendo articulado pela direção de marketing do Náutico há algum tempo. Uma capa provisória foi lançada em 30 de dezembro de 2019, com a edição focada no título da Série C e na reabertura do estádio em Rosa e Silva naquela temporada. Porém, o projeto acabou sendo remodelado e lançado com a data redonda em 2021, no 120º aniversário, marcado também pelo título pernambucano sobre o rival Sport, dentro de casa.

Além disso, o nome passou de “Clube Náutico Capibaribe: uma história de muitas emoções” para algo mais direto, “Somos todos timbus”. O produto será vendido em um “box premium”, contendo um álbum de capa dura e 300 cromos para completar o livro ilustrado – é isso mesmo, a coleção virá pronta, com torcedor adesivando todo o álbum de uma vez. Nos primeiros dez dias o álbum custará R$ 219, com o sócio alvirrubro, adimplente, podendo comprar por R$ 199. Depois do prazo, a partir de 26 de setembro, o valor sobre para R$ 269.

A venda será concentrada num site criado para a ação: www.albumdotimbu.com.br.

Durante a pré-venda, os torcedores ainda poderão escalar a “seleção dos sonhos” do Náutico, votando numa lista com 36 nomes pré-definidos. Os onze jogadores e o técnico mais votados vão virar figurinhas metalizadas no álbum, que deve chegar ao mercado em novembro.

Participação do blog
A convite da produção do álbum, levantei números para uma página dupla de estatísticas do Náutico a partir do acervo de Carlos Celso Cordeiro, com 4.905 jogos da estreia até a decisão do Campeonato Pernambucano de 2021, com Kieza definindo a disputa de pênaltis. Maiores artilheiros, quem mais jogou, maiores públicos, melhores campanhas etc. Além disso, escrevi curiosidades sobre os 23 títulos estaduais do clube, desde 1934. O produtor do álbum, Spada, falou mais sobre o tema em uma live no Instagram do Náutico. Assista aqui.

Abaixo, a capa oficial do álbum (à esquerda) e a primeira versão pensada pelo clube (à direita).


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •