Compartilhe!

Foram 31 gols nesta rodada, com média de 3,10. No geral, saíram 788 gols em 316 jogos (2,49).

O clássico nordestino na Ilha do Retiro, no domingo, definiu a composição da zona de rebaixamento nesta 32ª rodada. O Bahia tinha a vantagem do empate para permanecer fora, mas acabou tendo uma atuação horrorosa no segundo tempo. Foi dominado pelo Sport, que venceu e se manteve acima do Z4 – aos trancos e barrancos, vem conseguindo isso desde a 6ª rodada.

Já o tricolor de Salvador, com direito a desabafo do presidente Guilherme Bellintani no site oficial, devido ao desempenho, perdeu duas posições, indo do 15º para o 17º. O vencedor da rodada foi o Vasco, que surpreendeu o Galo e saiu da “zona da confusão”, embora a matemática siga muito ajustada para os quatro concorrentes, incluindo aí o Fortaleza, que não deu sequência ao momento positivo da última quinta. Tanto que Vasco e Bahia seguem com um jogo a menos.

Por sinal, até a quinta-feira, dia 28, serão disputados os quatro jogos pendentes e a tabela, mesmo por um breve período, terá uma configuração completa primeira vez nesta edição – isso mesmo. Projetando a campanha atual para a 38ª rodada, a margem para escapar segue em 41 pontos, já somando 1 ponto sobre a projeção final do atual 17º colocado. Mais acima, na disputa pela Libertadores, o Ceará chegou a 45 pontos e subiu do 10º para 8º lugar. Se o Palmeiras for campeão da Libertadores, o vozão já ficaria na zona da Pré-Liberta, via “G8”.

Lá vem o Abelão?
O Internacional venceu o clássico gaúcho, com dois gols nos acréscimos, e abriu vantagem na ponta. O time de Abel Braga tem 4 pontos a mais que o 2º colocado, o São Paulo, que saiu do trilho. O clube vem em jejum desde o tricampeonato brasileiro em 1979. De lá pra cá, já com 41 anos, foi vice em 4 edições, sendo 3 nos pontos corridos (1988, 2005, 2006 e 2009). Faltam apenas 6 jogos.

Leia mais sobre o assunto
Sport joga melhor, vence o Bahia lá e lô e chega ao 10º triunfo no Brasileirão

Abaixo, o andamento do Campeonato Brasileiro (jogos, rodada e classificação atualizada).

Resultados da 32ª rodada da Série A de 2020
São Paulo 1 x 1 Coritiba (últimos 8 jogos do SPFC: 2V, 2E e 4D; 8 pontos em 24)
Vasco 3 x 2 Atlético-MG (Cano marcou 2x e chegou a 13 gols; galo perdeu pênalti)
Athletico-PR 2 x 1 Flamengo (a 3ª derrota do atual campeão nos últimos 5 jogos)
Ceará 2 x 1 Palmeiras (vozão não ganhava como mandante desde 24/10; eram 3E e 3D)
Internacional 2 x 1 Grêmio (8ª vitória seguida do líder; tricolor perdeu após 16 jogos)
Atlético-GO 2 x 0 Fortaleza (goleiro Jean pegou um pênalti e marcou um gol de pênalti)
Sport 2 x 0 Bahia (foi a 1ª vitória do leão com 2 gols de vantagem nesta edição)
Santos 3 x 4 Goiás (peixe abriu 2 x 0, mas o visitante virou com 4 gols no 2T)
Fluminense 2 x 0 Botafogo (lanterna, o Fogão perdeu 13 dos últimos 14 jogos no BR)
Corinthians 0 x 2 Bragantino (Claudinho chegou a 16 gols; igualou Marinho e Galhardo)

A tabela da 33ª rodada da Série A (e as transmissões na televisão)
31/01 (16h00) – Vasco x Bahia (São Januário), Globo e Premiere
31/01 (16h00) – Atlético-GO x São Paulo (Antônio Accioly), Globo e Premiere
31/01 (16h00) – Coritiba x Grêmio (Couto Pereira), Globo e Premiere
31/01 (16h00) – Ceará x Athletico-PR (Castelão), TNT
31/01 (17h00) – Atlético-MG x Fortaleza (Mineirão), Premiere
31/01 (18h15) – Internacional x Bragantino (Beira-Rio), Premiere
31/01 (20h30) – Fluminense x Goiás (Nilton Santos), SporTV e Premiere
01/02 (20h00) – Sport x Flamengo (Ilha do Retiro), SporTV e Premiere
02/02 (16h00) – Palmeiras x Botafogo (Allianz Parque), Globo e Premiere
17/02 (19h00) – Santos x Corinthians (Vila Belmiro), Premiere

A classificação do Brasileirão após a 32ª rodada e 316 jogos disputados (*) e (**)
* 4 jogos adiados: Palmeiras x Vasco (1ª rodada, em 26/01), Atlético-MG x Santos (28ª, em 26/01), Grêmio x Flamengo (23ª, 28/01) e Bahia x Corinthians (30ª, em 28/01)
** Em relação às últimas 5 partidas, os resultados são da esquerda pra direita

Obs. A barra “azul” é a Libertadores (fase de grupos), a “laranja” é a Pré-Libertadores e a “verde” é a Sula. As barrinhas duplas se referem às possibilidades a partir das finais pendentes, com Grêmio x Palmeiras na Copa do Brasil e Palmeiras x Santos na Libertadores. Ou seja, o G6 pela Libertadores pode virar 67 ou G8! Nos clubes com duas barrinhas, a cor à esquerda é a situação atual.


Compartilhe!