Compartilhe!

Os últimos jogadores chamados para a canarinha diretamente do Nordeste. Ambos do Recife.

Nesta década, o lateral-esquerdo Douglas Santos e o meia Diego Souza foram os únicos nomes convocados para a Seleção Brasileira atuando em clubes nordestinos. O primeiro no Náutico, para um jogo em 2013, e o segundo no Sport, para seis partidas em 2017. Considerando a última convocação realizada por Tite, mas já desfeita devido ao Coronavírus, e a data do próximo jogo do time verde e amarelo, remarcado para setembro, a região tende a seguir fora do radar.

Caso não apareça um novo nome, esta será a segunda pior década nordestina em termos de convocação. A análise leva em conta o período a partir de 1961, quando a CBD, a precursora da CBF, passou a chamar atletas de todos os estados (e países), sem distinção – antes, a equipe era basicamente uma mistura de equipes cariocas e paulistas. E foi justamente naqueles primeiros anos que o Nordeste teve o seu menor dado, com apenas um jogador lembrado, o ponta Nado, do Náutico – um verdadeiro desbravador na lista.

Passados mais de 50 anos, apenas cinco clubes conseguiram emplacar convocados. Um filtro tão grande que o futebol cearense, um dos mais tradicionais, jamais teve alguém na lista. Hoje, com a concorrência pesada do futebol europeu, tendo lá a base da qualidade técnica, o cenário tende a ser cada vez mais raro. Desconsiderando, claro, as possíveis injustiças…

Quais os jogadores em atividade do Nordeste que apresentam potencial para uma convocação?

Desde 1961 foram 22 jogadores convocados*
8 nomes – Sport
5 nomes – Bahia
4 nomes – Vitória
3 nomes – Santa Cruz
2 nomes – Náutico

* Somando as convocações via seleções estaduais, liderança dividida entre Sport e Santa, com 13.

Convocados no Nordeste (na “era aberta” da Seleção)*
1961-1970 – 1 convocado, 1 jogou
1971-1980 – 4 convocados, 3 jogaram
1981-1990 – 6 convocados, 5 jogaram
1991-2000 – 7 convocados, 4 jogaram
2001-2010 – 3 convocados, 2 jogaram
2011-2020 – 2 convocados, 1 jogou

* Considerando a divisão por décadas, apenas um nome atuou em dois recortes, o meia Luís Henrique, com 10 jogos disputados entre 90 e 91 – sim, no blog a década começou sempre em “1”.

A seguir, a divisão de convocados da região por década. A Seleção Brasileira já disputou mais 1,1 mil jogos desde 1914, entre apresentações oficiais (vs países) e não oficiais (vs clubes e seleções estaduais). O levantamento soma todas as partidas do time principal do Brasil.

1911-1920
Nenhum jogador convocado

1921-1930
1 jogador convocado
1x – Botafogo-BA (Mica)

1931-1940
Nenhum jogador convocado

1941-1950
Nenhum jogador convocado

1951-1960
40 jogadores convocados*
10x – Santa Cruz
7x – Vitória e Náutico
5x – Bahia e Sport
2x – Fluminense de Feira e Ypiranga
1x – Botafogo-BA e Galícia
* As seleções da Bahia (18 atletas em 1957) e de Pernambuco (22 atletas em 1959) representaram o Brasil em convocações restritas aos estados. Confira todos os nomes no link no fim do post.

1961-1970
1 jogador convocado
1x – Náutico (Nado)

1971-1980
4 jogadores convocados
3x – Santa Cruz (Givanildo Oliveira, Nunes e Carlos Alberto Barbosa)
1x – Bahia (Baiaco)

1981-1990
6 jogadores convocados
4x – Bahia (Zé Carlos, Bobô, Charles e Luis Henrique)
2x – Sport (Roberto Coração de Leão e Betão)

1991-2000
7 jogadores convocados
4x – Sport (Adriano, Chiquinho, Jackson e Bosco)
2x – Vitória (Rodrigo e Russo)
1x – Bahia (Luis Henrique)

2001-2010
3 jogadores convocados
2x – Vitória (Nádson e Dudu Cearense)
1x – Sport (Leomar)

2011-2020
2 jogadores convocados
1x – Náutico (Douglas Santos) e Sport (Diego Souza)

Leia mais sobre o assunto
Tite sobre convocações no Nordeste: “É em cima do momento, sem regionalizar”

Todos os jogadores cedidos por clubes do Nordeste à Seleção Brasileira


Compartilhe!