Compartilhe!
  •  
  • 13
  •  
  •  

Ao todo, o novo ranking brasileiro de clubes conta com 236 times masculinos dos 27 estados.

A direção da CBF divulgou o Ranking Nacional de Clubes de 2021, com o Flamengo aparecendo na liderança após o bicampeonato brasileiro. É a primeira vez, em nove edições da lista, que o rubro-negro carioca fica no topo. Líder nas três temporadas anteriores, o Palmeiras figura em 2º lugar. No viés nordestino, o Bahia aparece pela 3ª vez consecutiva à frente, sendo a 5ª desde a criação do ranking oficial, sendo o recordista na região.

No âmbito absoluto, entretanto, o tricolor perdeu uma posição, saindo do top ten. Vale o destaque também para a dupla cearense, com ambos ganhando cinco posições de uma vez. Assim, Ceará e Fortaleza fecham o pódio nordestino, além de figurarem entre os vinte melhores – de forma literal, pois seguem na Série A.

Eliminado da Copa do Brasil ainda na 1ª fase pela segunda vez seguida, o Sport despencou para a 20ª posição, mas a permanência na elite deve ajudar bastante na lista de 2022. Sobre a copa nacional, trata-se de algo essencial para o desempenho, pois confere muitos pontos na lista, que conta ainda o rendimento nas quatro divisões do Campeonato Brasileiro. Seguindo no Recife, o Náutico ultrapassou o Santa, o que influencia diretamente na briga pela vaga no Nordestão de 2022. Agora, o tricolor só vai à Lampions sendo campeão estadual, pois PE só terá duas vagas, numa consequência do novo ranking, após a ultrapassagem do CE.

Neste post, trago a evolução dos 50 melhores colocados no ranking brasileiro. Antes, confira as lideranças no cenário nacional e no cenário nordestino. Lembrando que se leva em conta a classificação final nas últimas cinco temporadas, dando pesos diferentes, com vantagem aos anos mais recentes. Nesta atualização, então, valem as campanhas 2016 a 2020.

Líderes do ranking brasileiro
2013 – 16.208 pontos; Fluminense (RJ)
2014 – 15.286 pontos; Grêmio (RS)
2015 – 15.328 pontos; Cruzeiro (MG)
2016 – 14.664 pontos; Corinthians (SP)
2017 – 15.038 pontos; Grêmio (RS)
2018 – 15.288 pontos; Palmeiras (SP) e Cruzeiro (MG)
2019 – 16.914 pontos; Palmeiras (SP)
2020 – 16.640 pontos; Palmeiras (SP)
2021 – 16.768 pontos; Flamengo (RJ)

Nº de lideranças nacionais
3x – Palmeiras (SP)
2x – Grêmio (RS) e Cruzeiro (MG)
1x – Flamengo (RJ), Fluminense (RJ) e Corinthians (SP)

Os melhores colocados do Nordeste
2013 – 9.900 pontos; Vitória (BA), 15º
2014 – 9.468 pontos; Vitória (BA), 16º
2015 – 9.300 pontos; Bahia (BA), 16º
2016 – 8.054 pontos; Bahia (BA), 18º
2017 – 8.019 pontos; Sport (PE), 17º
2018 – 8.770 pontos; Sport (PE), 15º
2019 – 8.862 pontos; Bahia (BA), 15º
2020 – 10.719 pontos; Bahia (BA), 10º
2021 – 10.175 pontos; Bahia (BA), 11º

Nº de lideranças regionais
5x – Bahia (BA)
2x – Vitória (BA) e Sport (PE)

Abaixo, o gráfico com a evolução dos sete maiores nordestinos, com recortes nos âmbitos nacional e regional. As colocações em nove anos a partir dos resultados obtidos no campo.

A seguir, os 50 melhores clubes do país em 2021, com posição e pontuação, além da variação sobre as colocações em 2020. O futebol nordestino conta com 12 clubes neste recorte.

Do 1º ao 10º (nenhum time do NE)
1º) 16.768 – Flamengo (RJ), +1
2º) 16.110 – Palmeiras (SP), -1
3º) 15.180 – Grêmio (RS), igual
4º) 13.310 – Internacional (RS), +5
5º) 12.968 – Athletico (PR), igual
6º) 12.776 – Santos (SP), -1
7º) 12.032 – Corinthians (SP), -1
8º) 11.870 – São Paulo (SP), +3
9º ) 11.789 – Atlético (MG), -2
10º) 11.768 – Cruzeiro (MG), -6

Do 11º ao 20º (4 times do NE)
11º) 10.175 – Bahia (BA), -1
12º) 9.666 – Fluminense (RJ), +1
13º) 9.529 – Botafogo (RJ), +1
14º) 9.128 – Ceará (CE), +5
15º) 8.985 – Chapecoense (SC), -3
16º) 8.828 – Vasco (RJ), -1
17º) 8.404 – América (MG), +1
18º) 8.086 – Fortaleza (CE), +5
19º) 7.310 – Atlético (GO), +6
20º) 7.043 – Sport (PE), -4

Do 21º ao 30º (2 times do NE)
21º) 7.027 – Goiás (GO), -1
22º) 6.332 – Bragantino (SP), +15
23º) 6.114 – Vitória (BA), -6
24º) 5.994 – Ponte Preta (SP), -3
25º) 5.937 – Coritiba (PR), -1
26º) 5.819 – Avaí (SC), -4
27º) 5.725 – Juventude (RS), +2
28º) 5.679 – Cuiabá (MT), +15
29º) 5.175 – Paraná (PR), -3
30º) 4.852 – CSA (AL), igual

Do 31º ao 40º (3 times do NE)
31º) 4.766 – CRB (AL), +1
32º) 4.350 – Figueirense (SC), -5
33º) 4.343 – Sampaio Corrêa (MA), +2
34º) 4.177 – Vila Nova (GO), -1
35º) 4.120 – Paysandu (PA), -7
36º) 4.111 – Brasil (RS), +3
37º) 3.908 – Londrina (PR), -6
38º) 3.846 – Oeste (SP), igual
39º) 3.662 – Náutico (PE), +2
40º) 3.660 – Guarani (SP), +2

Do 41º ao 50º (3 times do NE)
41º) 3.538 – Santa Cruz (PE), -7
42º) 3.407 – Criciúma (SC), -6
43º) 3.319 – Operário (PR), +7
44º) 2.984 – Botafogo (SP), +4
45º) 2.692 – Boa Esporte (MG), -1
46º) 2.593 – São Bento (SP), igual
47º) 2.580 – Confiança (SE), +5
48º) 2.521 – Luverdense (MT), -8
49º) 2.490 – Botafogo (PB), -2
50º) 2.367 – Remo (PA), +3

Leia mais sobre o assunto
O novo Ranking de Clubes da Conmebol para 2021, com o G7 do NE entre os 273 da América


Compartilhe!
  •  
  • 13
  •  
  •