Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Os 90 melhores colocados no Ranking Nacional de Clubes, com 12 nordestinos no top 50.

Pela primeira vez em oito anos, desde que o ranking foi reformulado, o Nordeste figura entre os dez primeiros colocados. No caso, considerando a versão válida para 2020, o Bahia, que chegou às quartas da Copa do Brasil e terminou a Série A em 11º lugar. Assim, ganhou cinco posições na lista atualizada anualmente. No cenário regional, o tricolor se manteve à frente pelo segundo ano segundo – sendo quatro lideranças em oito edições.

Mesmo disputando a Série B, o Sport conseguiu permanecer na 16ª colocação, sendo o segundo nordestino na lista. No entanto, o leão perdeu 1.213 pontos em relação ao ranking anterior – foi a segunda maior redução de pontos do clube, só abaixo de 2014, também após uma passagem na segundona. Para isso, também pesou a eliminação na Copa do Brasil – um catalisador do ranking – logo na primeira fase.

Embora siga como o terceiro nordestino, o Vitória parece bem ameaçado pelos cearenses. Primeiro porque permaneceu na Série B. Depois, porque os dois alencarinos seguem na elite. O Ceará ganhou 4 posições, enquanto o Fortaleza subiu 10. Ambos no top 25, de forma inédita. Seguindo no G7 do NE, ainda vale destacar que Santa Cruz e Náutico perderam pontos e colocações. Enquanto o tricolor voltou ao patamar de quatro anos atrás, abaixo dos 30 primeiros, o alvirrubro aparece em sua pior colocação. Curioso, já que o timbu venceu a Série C, enquanto o rival ficou lá. A diferença está na Copa do Brasil, conforme dito no parágrafo anterior. O Santa chegou à 4ª fase. Já o Náutico parou na 2ª fase, eliminado pelo próprio Santa.

Os melhores colocados do Nordeste
2013 – 9.900 pontos (Vitória, 15º)
2014 – 9.468 pontos (Vitória, 16º)
2015 – 9.300 pontos (Bahia, 16º)
2016 – 8.054 pontos (Bahia, 18º)
2017 – 8.019 pontos (Sport, 17º)
2018 – 8.770 pontos (Sport, 15º)
2019 – 8.862 pontos (Bahia, 15º)
2020 – 10.719 pontos (Bahia, 10º)

Nº de lideranças regionais
4x – Bahia
2x – Vitória e Sport

Abaixo, o gráfico com a evolução dos sete maiores nordestinos, com recortes nos âmbitos nacional e regional. As colocações em oito anos a partir dos resultados obtidos no campo.

O ranking oficial foi atualizado pela direção de competições da CBF após o encerramento dos cinco campeonatos nacionais em 2019, com o Palmeiras se mantendo na ponta pelo terceiro ano, mesmo com o título absoluto do Flamengo. Embora não tenha alcançado a liderança, o rubro-negro carioca subiu bastante na lista, do 6º para o 1º lugar. Quem também subiu alguns degraus foi o Athletico-PR, o campeão da Copa do Brasil, indo do 8ª para a 6ª posição.

Para esta tabulação, a entidade que comanda o futebol do país adiciona pontos apenas em seus torneios na categoria profissional, com as Séries A, B, C e D e a Copa do Brasil. Nada de estaduais ou torneios internacionais – apenas exceções, nos anos em que os clubes não podiam jogar a Copa do Brasil e Libertadores, por exemplo. Se leva em conta a classificação final nos últimos cinco anos, dando pesos diferentes, com vantagem aos anos mais recentes. Nesta edição, então, valem as campanhas 2015 a 2019. Confira o sistema de pontos aqui.

Líderes do ranking brasileiro
2013 – 16.208 pontos (Fluminense)
2014 – 15.286 pontos (Grêmio)
2015 – 15.328 pontos (Cruzeiro)
2016 – 14.664 pontos (Corinthians)
2017 – 15.038 pontos (Grêmio)
2018 – 15.288 pontos (Palmeiras e Cruzeiro)
2019 – 16.914 pontos (Palmeiras)
2020 – 16.640 pontos (Palmeiras)

Nº de lideranças nacionais
3x – Palmeiras
2x – Grêmio e Cruzeiro
1x – Fluminense e Corinthians

A seguir, a evolução dos 25 primeiros colocados nos últimos sete anos, o período com o atual formato do ranking. Vale destacar que em todos os casos os rankings saíram um mês antes do início da “validade”. Como é o caso desta lista de 2020, publicada em dezembro de 2019.

A seguir, o histórico ano a ano do trio de ferro do Recife.

Outros 8 pernambucanos estão presentes: Salgueiro (57º, 1.678 pts), Central (87º, 849 pts), América (114º, 510 pts), Vitória (160º, 255 pts), Belo Jardim (176º, 204 pts), Flamengo (176º, 204 pts), Serra Talhada (189º, 153pts), Atlético (189º, 153 pts). Ao todo, 227 clubes dos 27 estados.

Sport
2013 – 19º (8.284 pts)
2014 – 24º (6.740 pts, -1.544)
2015 – 20º (6.970 pts, +230)
2016 – 19º (7.928 pts, +958)
2017 – 17º (8.019 pts, +91)
2018 – 15º (8.770 pts, +751)
2019 – 16º (8.450 pts, -320)
2020 – 16º (7.237 pts, -1.213)

Santa Cruz
2013 – 48º (2.704 pts)
2014 – 45º (3.091 pts, +387)
2015 – 36º (3.930 pts, +839)
2016 – 35º (4.310 pts, +380)
2017 – 26º (5.730 pts, +1.420)
2018 – 25º (6.210 pts, +480)
2019 – 28º (5.061 pts, -1.149)
2020 – 34º (4.378 pts, -683)

Náutico
2013 – 22º (8.036 pts)
2014 – 21º (7.557 pts, -479)
2015 – 26º (6.470 pts, -1.087)
2016 – 25º (6.139 pts, -331)
2017 – 29º (5.401 pts, -738)
2018 – 32º (4.532 pts, -869)
2019 – 36º (4.063 pts, -469)
2020 – 41º (3.748 pts, -315)


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •