Compartilhe!
  • 25
  •  
  •  
  •  

Em maio de 2018 foram vazados os dados de uma pesquisa de torcida de grande porte, feita pelo Ibope em 2017. Neste mesmo mês, outro estudo com a mesma amplitude e também produzido há tempos foi revelado. No caso, a pesquisa de Pluri Consultoria, de 2016.

Até então, a empresa havia feito dois levantamentos, em 2012 e 2013, ambos divulgados. Porém, também houve um estudo em 2016, com o material servindo de base para o mercado – lembrando sempre que a produção de uma pesquisa custa caro. Só agora o cenário foi apresentado, durante a palestra de Fernando Ferreira, diretor da Pluri, no módulo de gestão em marketing esportivo na sede da CBF, no Rio de Janeiro – o quadro foi captado por Felipe Sitônio, presente lá.

O levantamento trouxe as torcidas absolutas de cada clube, dentro de uma estimativa populacional de 203 milhões de brasileiros. Contudo, sem os percentuais. Abaixo, então, listei a ordem divulgada pela consultoria e as torcidas absolutas, tomando a liberdade de calcular os percentuais dos 31 clubes – até para comparar com os percentuais anteriores, acima.

Em relação aos clubes nordestinos, cenário semelhante ao da última pesquisa do Ibope. Entre as mudanças, a principal está na liderança, agora com o Bahia. Somando as sete maiores torcidas da região, com representantes em Fortaleza, Recife e Salvador, chega-se a um total de 10,20 milhões de torcedores na Pluri, contra 10,09 milhões no Ibope no mesmo contexto.

G7 do NE na Pluri: 1) Bahia, 2) Sport, 3) Vitória, 4) Santa, 5) Ceará, 6) Fortaleza, 7) Náutico
G7 do NE no Ibope: 1) Sport, 2) Bahia, 3) Vitória, 4) Ceará, 5) Santa, 6) Fortaleza, 7) Náutico

Pluri Consultoria / Brasil 2016
Período: abril de 2016
Margem de erro: não disponível
População estimada (2014): 203,2 milhões

1º) Flamengo – 15,35% (31,2 milhões)
2º) Corinthians – 13,33% (27,1 milhões)
3º) São Paulo – 8,46% (17,2 milhões)
4º) Palmeiras – 6,05% (12,3 milhões)
5º) Vasco – 4,62% (9,4 milhões)
6º) Grêmio – 3,54% (7,2 milhões)
7º) Cruzeiro – 3,24% (6,6 milhões)
8º) Santos – 3,10% (6,3 milhões)
9º) Internacional – 2,85% (5,8 milhões)
10º) Atlético-MG – 2,26% (4,6 milhões)
11º) Fluminense – 1,42% (2,9 milhões)
12º) Botafogo – 1,37% (2,8 milhões)
13º) Bahia – 1,27% (2,6 milhões)
14º) Sport – 1,08% (2,2 milhões)
15º) Vitória – 0,83% (1,7 milhão)
16º) Santa Cruz – 0,68% (1,4 milhão)
17º) Atlético-PR – 0,59% (1,2 milhão)
18º) Ceará – 0,49% (1,0 milhão)
19º) Coritiba – 0,49% (1,0 milhão)
20º) Fortaleza – 0,44% (900 mil)
21º) Goiás – 0,29% (600 mil)
22º) Paysandu – 0,24% (500 mil)
22º) Vila Nova – 0,24% (500 mil)
22º) Remo – 0,24% (500 mil)
25º) Náutico – 0,19% (400 mil)
26º) Ponte Preta – 0,14% (300 mil)
26º) Avaí – 0,14% (300 mil)
26º) Figueirense – 0,14% (300 mil)
29º) Paraná – 0,09% (200 mil)
29º) Atlético-GO – 0,09% (200 mil)
29º) Guarani – 0,09% (200 mil)

Outros times – 4,97% (10,1 milhões)
Sem time – 21,60% (43,9 milhões)


Compartilhe!
  • 25
  •  
  •  
  •