Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Contratado em 2021, Giva irá exercer a terceira função no tricolor. Imagem: Santa Cruz/divulgação.

Da primeira partida como volante no time principal, aos 20 anos, à estreia como diretor técnico, aos 72 anos, Givanildo Oliveira acumula muita história no Santa Cruz. Já está marcado como o atleta que mais vestiu a camisa tricolor, com 599 jogos, num recorde quase inalcançável hoje em dia, além das passagens como treinador, incluindo um acesso à primeira divisão. Agora, em 2021, a direção do clube coral surpreendeu ao anunciar o nome do olindense para uma nova função.

O último trabalho de Givanildo Oliveira como técnico havia sido em 2019, no América-MG. Depois disso, com o advento da pandemia e Giva no grupo de risco, houve uma parada. Até chegar o convite para a nova tarefa. Segundo a nota do Santa, Givanildo irá assumir o “protagonismo do futebol”, sendo um elo entre a presidência, a comissão técnica e o elenco, com o suporte do executivo de futebol, Fabiano Melo. Na prática, será um coordenador.

No organograma, também estão ligados à nova função os seguintes departamentos: físico, técnico e fisiologia, além da transição da base para o profissional. Falando em transição, esta mudança não pode ser vista como “sombra” para o atual comandante do time profissional, Bolívar. Difícil será ignorar este ponto, creio – ainda mais com a situação atual na Série C.

Nesses 52 anos de atividade no mundo da bola, Givanildo Oliveira trabalhará pela 23ª vez no futebol pernambucano, somando todas as funções profissionais. No caso, foram 19 vezes como treinador (em 4 clubes diferentes), 3 vezes como jogador (com 14 temporadas ao todo) e 1 vez como diretor técnico. Considerando o número de passagens, são 9 no Santa Cruz (com 9 títulos), 7 no Sport (com 8 títulos), 5 no Náutico e 2 no Central de Caruaru.

Abaixo, a cronologia de todos os trabalhos de Givanildo Oliveira em Pernambuco.

Givanildo Oliveira como jogador em clubes pernambucanos
1ª) 1969-1976 – Santa Cruz (6 títulos estaduais)
2ª) 1977-1979 – Santa Cruz (2 títulos estaduais)
3ª) 1980-1982 – Sport (3 títulos estaduais)

Givanildo Oliveira como treinador em clubes pernambucanos
4ª) 1983 – Sport
5ª) 1984/1985 – Central
6ª) 1985 – Náutico
7ª) 1989/1990 – Santa Cruz (vice estadual; 1989)
8ª) 1991/1992 – Sport (bicampeão estadual)
9ª) 1993 – Central
10ª) 1994 – Náutico
11ª) 1994/1995 – Sport (campeão estadual e nordestino; 1994)
12ª) 1996 – Náutico (3º lugar na Série B)
13ª) 1998 – Santa Cruz (evitou o rebaixamento à Série C)
14ª) 1999 – Sport
15ª) 2002/2003 – Náutico
16ª) 2004/2006 – Santa Cruz (campeão estadual e acesso à Série A; 2005)
17ª) 2006 – Sport (acesso à Série A)
18ª) 2007 – Santa Cruz
19ª) 2009/2010 – Sport (campeão estadual; 2010)
20ª) 2010 – Santa Cruz
21ª) 2016 – Náutico (5º lugar na Série B)
22ª) 2017 – Santa Cruz

Givanildo Oliveira como diretor técnico em clubes pernambucanos
23ª) 2021 – Santa Cruz


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •