Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Após dois dias buscando um novo técnico, para substituir Leston Júnior, o Santa Cruz anunciou o nome para o restante da Série C, com 14 rodadas pela frente. A conversa inicial com Lisca, valorizado pela última temporada no Ceará, deu um indício de que o clube coral iria apostar num nome mais gabaritado – indo de encontro aos outros treinadores especulados, como Vica e Roberto Fonseca. Por fim, veio a confirmação: Milton Mendes.

O retorno do treinador, neste momento, surpreende bastante – de forma positiva, frisando. O seu último trabalho foi no Sport, assumindo o clube na 27ª rodada da Série A de 2018. Com 5V, 3E e 4D, quase evitou o descenso – que já parecia certo antes de sua chegada. Desde então, o catarinense de 54 anos ficou no mercado, possivelmente aguardando um acerto na Série A, com alguma equipe da “segunda metade” da tabela. Após alguns meses sem avançar neste campo, Milton acabou voltando ao clube onde viveu um dos seus melhores momentos como treinador.

No primeiro semestre de 2016, também chegou com o calendário em andamento. Porém, com ajustes imediatos (algo que o time precisa agora em 2019), o técnico conduziu o Santa ao inédito título da Copa do Nordeste e ao bicampeonato pernambucano, em um Clássico das Multidões na Ilha – foram duas taças em oito dias. Já o mau início no Campeonato Brasileiro acabou findando o trabalho, numa decisão da direção que se mostraria precipitada.

Nesse tempo todo, Milton continuou sendo questionado pelo comportamento, com o trabalho mantendo o seguinte ritmo: resultados rápidos e desgaste a médio prazo. Creio que ele tenha capacidade suficiente para evoluir no segundo quesito. Para a Série C, chega com bastante cartaz. A sua missão é sair da lanterna (0V, 3E e 1D) e recolocar o time tricolor na briga pelo acesso. E ainda pode ser um (necessário) catalisador motivacional na arquibancada…

Torcedor, o que você achou da contratação de Milton Mendes?

Números da 1ª passagem de Milton Mendes no Santa Cruz
32 jogos
12 vitórias
9 empates
11 derrotas
46,8% de aproveitamento

Leia mais sobre o assunto
O comunicado do Santa Cruz sobre a contratação de Milton Mendes

O empate da cobra coral diante do Sampaio, com a saída de Leston Júnior


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •