Compartilhe!

Após se profissionalizar, já com 56 anos de história, o Ypiranga disputou 15 edições do Campeonato Pernambucano, entre 1994 e 2015. Era uma força tradicional no agreste, com direito a duas campanhas de destaque, em 2006 (3º lugar) e 2013 (4º lugar), além de bons públicos em seu estádio, o Otávio Limeira Alves, que chegou a receber 8 mil torcedores. Entretanto, a crise financeira desencadeada em 2015, após a lanterna no certame estadual, teve como consequência uma licença de duas temporadas, com o clube longe dos gramados.

A situação resultou inclusive no abandono do próprio gramado, sem manutenção, com falta d’água e adubo – abaixo, uma imagem de março. Seguiu assim até o início desta temporada, com o clube se mobilizando devido ao aniversário de 80 anos, em 3 de julho de 2018. A volta foi confirmada com a presença na Série A2, onde apenas o campeão tem vaga na elite, um título obtido pela Máquina de Costura há 14 anos.

Na direção de futebol, Laelson Lima, que já treinou Central e Porto. No comando técnico, Cícero Monteiro, ex-Salgueiro. De forma paralela no segundo semestre, o Ypiranga também se inscreveu no Estadual Feminino, de forma inédita.

Independentemente do acesso, o Ypiranga precisa se manter ativo, pois é o clube mais tradicional de Santa Cruz do Capibaribe, um município de 105 mil habitantes reconhecido como polo de confecção de roupas. Curiosamente, o alviazulino manteve ativo o clube social, com piscina e quadra, gerando uma receita de R$ 85 mil em 2017. Entre os 24 afiliados à FPF, apenas 6 clubes locais registraram superávit no último ano, incluindo o Ypiranga.

Títulos do Ypiranga
1 Copa Pernambuco (1994)
1 Pernambucano da Série A2 (2004)
1 vice do Estadual Sub 20 (2008)

A Máquina de Costura diante dos times da capital…

Vs Náutico
26 jogos
4 vitórias (15,3%)
5 empates (19,2%)
17 derrotas (65,3%)

Vs Santa Cruz
27 jogos
4 vitórias (14,8%)
5 empates (18,5%)
18 derrotas (66,6%)

Vs Sport
29 jogos
3 vitórias (10,3%)
8 empates (27,5%)
18 derrotas (62,0%)


Compartilhe!