Compartilhe!

Marcos Paulo Rebelo/CBF

Os 20 clubes da Série A de 2019 definiram detalhes da competição durante o conselho arbitral, incluindo número de atletas inscritos, troca de técnicos e, sobretudo, a implantação do árbitro de vídeo. Por sinal, vai ser bem interessante acompanhar este ponto na competição.

O Campeonato Brasileiro desta temporada segue com quatro participantes do Nordeste, mas com duas trocas na lista. Bahia e Ceará permaneceram, agora com a companhia de Fortaleza e CSA – caíram Sport e Vitória.

O quarteto enviou representantes para a reunião no Rio de Janeiro, na sede da CBF. Após horas de deliberação com a diretoria de competições, eis as três principais mudanças, votadas por todos os participantes…

VAR oficializado (árbitro de vídeo)
O árbitro de vídeo irá estrear no Brasileirão após decisão unânime. Em 2018, a CBF quis repassar o custo aos clubes – de R$ 1 milhão, cada. Desta vez, a entidade assume os custos com tecnologia e infraestrutura, com os clubes pagando as despesas com os profissionais – como já ocorre com a arbitragem. O VAR será implantado em todos os jogos, utilizando a estrutura de transmissão na TV, cujo nº de câmeras pode variar. Sobre a presença do recurso tecnológico, excelente.

Sem limite de troca de técnicos
Na véspera da reunião, a CBF propôs que os clubes pudessem fazer apenas uma mudança de treinador durante o campeonato – na minha opinião, uma imposição restritiva que não cabe à entidade. De toda forma, a ideia foi rejeitada, mas não de forma unânime.

Limite alto para inscrições de jogadores
O formato seria semelhante ao da Série B, com 40 jogadores e 10 trocas possíveis – com número ilimitado para jovens da base, de até 20 anos e com ao menos 1 jogo em competições do tipo. Contudo, a proposta foi ampliada para 45 jogadores. Entendo que este limite, na prática, mantém a possibilidade de elencos bem inchados. 45 jogadores + base? Me parece o mesmo “cenário” atual

Os 20 participantes desta edição
Atlético-MG, Athletico-PR, Avaí-SC, Bahia-BA, Botafogo-RJ, Ceará-CE, Chapecoense-SC, Corinthians-SP, Cruzeiro-MG, CSA-AL, Flamengo-RJ, Fluminense-RJ, Fortaleza-CE, Goiás-GO, Grêmio-RS, Internacional-RS, Palmeiras-SP, Santos-SP, São Paulo-SP e Vasco-RJ

Torcedor, o que você achou das novidades no Brasileirão de 2019?


Compartilhe!