Compartilhe!

Rede Globo/reprodução

O empate entre Brasil e Suíça, na estreia da Seleção na Copa do Mundo, registrou uma audiência enorme na televisão. Na Globo, a única emissora aberta a exibir a partida no país, o índice entre 15h e 17h no dia 17/06 foi de 51 pontos na capital paulista, o maior mercado medido pelo Ibope – que mensura dados em outras 14 metrópoles, incluindo três nordestinas.

A marca chamou a atenção pois foi a maior da Globo desde o último capítulo da novela Avenida Brasil, em 2012, com 52 pontos. Ao todo, 10,2 milhões de paulistanos assistiram ao jogo da Seleção em Rostov. A partir disso, pesquisei os dados anteriores do Brasil em Mundiais, desde 1998 – os únicos disponíveis na web, embora os jogos passem ao vivo desde 1970. Há vinte anos, a Copa passou em cinco canais abertos!

Abaixo, as audiências dos 33 jogos encontrados (entre os 36 disputados) e o peso de cada um – afinal, a região metropolitana de São Paulo cresceu bastante no período. Em termos de domicílios, o dado utilizado aqui, passou de 41 mil para 71 mil. Já o de indivíduos (ou telespectadores) subiu de 80 mil para 201 mil.

Os números das edições de 1998, 2002 e 2006 são excepcionais, sobretudo em comparação aos mais recentes. Entre as explicações encontradas, em jornais como Folha de S. Paulo, o universo considerado menor, a ampliação de transmissões na tevê fechada e via satélite e o aumento de polos massivos de exibição (como festas privadas e fan fests). Um exemplo disso é a audiência total do primeiro jogo brasileiro em 2018, que chegou a 55,2 pontos, somando os dados do SporTV e da Fox Sports – abaixo, lembrando, apenas a tevê aberta.

Dados atualizados até Brasil 1 x 2 Bélgica, pelas quartas (06/07/2018)

A audiência na TV aberta nas estreias da Seleção (Grande SP)
69,0 pontos – Brasil 2 x 1 Escócia (1998, 12h30)*
65,7 pontos – Brasil 1 x 0 Croácia (2006, 16h00)**
64,0 pontos – Brasil 2 x 1 Turquia (2002, 06h00)**
55,0 pontos – Brasil 2 x 1 Coreia do Norte (2010, 15h30)***
51,1 pontos – Brasil 1 x 1 Suíça (2018, 15h00)**
46,7 pontos – Brasil 3 x 1 Croácia (2014, 17h00)****
* Soma de Globo (53), SBT (7), Band (5), Record (3) e Manchete (1)
** Exclusiva na Globo
*** Soma de Globo (45) e Band (10)

**** Soma de Globo (37,5) e Band (9,2)

Copa do Mundo de 1998 (1 ponto = 41,7 mil domicílios)
Emissoras: Band, Globo, Manchete, Record e SBT

1º) 73,0 pontos – Brasil (4) 1 x 1 (2) Holanda (3,044 mi), semifinal
2º) 71,0 pontos – Brasil 1 x 2 Noruega (2,960 mi), 1ª fase
2º) 71,0 pontos – Brasil 3 x 2 Dinamarca (2,960 mi), quartas
4º) 70,0 pontos – Brasil 3 x 0 Marrocos (2,919 mi), 1ª fase
4º) 70,0 pontos – Brasil 4 x 1 Chile (2,919 mi), oitavas
6º) 69,0 pontos – Brasil 2 x 1 Escócia (2,877 mi), 1ª fase
7º) 65,0 pontos – Brasil 0 x 3 França (2,710 mi), final

Copa do Mundo de 2002 (1 ponto = 47,5 mil domicílios)
Emissora: Globo (exclusiva)

1º) 69,0 pontos – Brasil 1 x 0 Turquia (3,277 mi), semifinal
1º) 69,0 pontos – Brasil 4 x 0 China (3,277 mi), 1ª fase
3º) 68,0 pontos – Brasil 2 x 0 Bélgica (3,230 mi), oitavas
4º) 67,0 pontos – Brasil 2 x 0 Alemanha (3,182 mi), final
5º) 65,0 pontos – Brasil 2 x 1 Inglaterra (3,087 mi), quartas
6º) 64,0 pontos – Brasil 2 x 1 Turquia (3,040 mi), 1ª fase
7º) 56,0 pontos – Brasil 5 x 2 Costa Rica (2,660 mi), 1ª fase

Copa do Mundo de 2006 (1 ponto = 52,0 mil domicílios)
Emissora: Globo (exclusiva)

1º) 65,7 pontos – Brasil 1 x 0 Croácia (3,436 mi), 1ª fase
2º) 64,0 pontos – Brasil 0 x 1 França (3,347 mi), quartas
N/D – Brasil 2 x 0 Austrália (2006), 1ª fasa
N/D – Brasil 4 x 1 Japão (2006), 1ª fase
N/D – Brasil 3 x 0 Gana (2006), oitavas

Copa do Mundo de 2010 (1 ponto = 59,8 mil domicílios)
Emissoras: Band e Globo

1º) 58,7 pontos – Brasil 3 x 0 Chile (3,510 mi), oitavas
2º) 57,0 pontos – Brasil 0 x 0 Portugal (3,408 mi), 1ª fase
3º) 56,8 pontos – Brasil 1 x 2 Holanda (3,396 mi), quartas
4º) 55,3 pontos – Brasil 2 x 1 Coreia do Norte (3,306 mi), 1ª fase
5º) 50,7 pontos – Brasil 3 x 1 Costa do Marfim (3,031 mi), 1ª fase

Copa do Mundo de 2014 (1 ponto = 65,0 mil domicílios)
Emissoras: Band e Globo

1º) 47,0 pontos – Brasil 4 x 1 Camarões (3,055 mi), 1ª fase
2º) 46,7 pontos – Brasil 3 x 1 Croácia (3,035 mi), 1ª fase
3º) 44,2 pontos – Brasil (3) 1 x 1 (2) Chile (2,873 mi), oitavas
4º) 44,0 pontos – Brasil 2 x 1 Colômbia (2,860 mi), quartas
4º) 44,0 pontos – Brasil 1 x 7 Alemanha (2,860 mi), semifinal
6º) 43,1 pontos – Brasil 0 x 0 México (2,801 mi), 1ª fase
7º) 39,0 pontos – Brasil 0 x 3 Holanda (2,535 mi), 3º lugar

Copa do Mundo de 2018 (1 ponto = 71,8 mil domicílios)
Emissora: Globo (exclusiva)

1º) 57,3 pontos – Brasil 2 x 0 Costa Rica (4,114 mi), 1ª fase
2º) 57,1 pontos – Brasil 2 x 0 México (4,099 mi), oitavas
3º) 55,7 pontos – Brasil 2 x 0 Sérvia (3,999 mi), 1ª fase
4º) 53,7 pontos – Brasil 1 x 2 Bélgica (3,855 mi), quartas
5º) 51,1 pontos – Brasil 1 x 1 Suíça (3,679 mi), 1ª fase

As 10 maiores audiências médias da Seleção (1998-2018)
73,0 pontos – Brasil (4) 1 x 1 (2) Holanda (1998, semifinal)
71,0 pontos – Brasil 1 x 2 Noruega (1998, 1ª fase)
71,0 pontos – Brasil 3 x 2 Dinamarca (1998, quartas)
70,0 pontos – Brasil 3 x 0 Marrocos (1998, 1ª fase)
70,0 pontos – Brasil 4 x 1 Chile (1998, oitavas)
69,0 pontos – Brasil 2 x 1 Escócia (1998, 1ª fase)
69,0 pontos – Brasil 1 x 0 Turquia (2002, semifinal)
69,0 pontos – Brasil 4 x 0 China (2002, 1ª fase)
68,0 pontos – Brasil 2 x 0 Bélgica (2002, oitavas)
67,0 pontos – Brasil 2 x 0 Alemanha (2002, final)

A pior
39,0 pontos – Brasil 0 x 3 Holanda (2014, 3º lugar)

As 10 maiores audiências em domicílios da Seleção (1998-2018)
4.114.140 – Brasil 2 x 0 Costa Rica (2018, 1ª fase)
4.099.780 – Brasil 2 x 0 México (2018, oitavas)
3.999.260 – Brasil 2 x 0 Sérvia (2018, 1ª fase)
3.855.660 – Brasil 1 x 2 Bélgica (2018, quartas)
3.668.980 – Brasil 1 x 1 Suíça (2018, 1ª fase)
3.510.260 – Brasil 3 x 0 Chile (2010, oitavas)
3.436.110 – Brasil 1 x 0 Croácia (2006, 1ª fase)
3.408.600 – Brasil 0 x 0 Portugal (2010, 1ª fase)
3.396.640 – Brasil 1 x 2 Holanda (2010, quartas)
3.347.200 – Brasil 0 x 1 França (2006, quartas)

A pior
2.535.000 – Brasil 0 x 3 Holanda (2014, 3º lugar)


Compartilhe!