Compartilhe!
  •  
  • 4
  •  
  •  

Faltam 15 rodadas para o encerramento da primeira divisão, já se aproximando da reta final.

Então, vamos às probabilidades sobre os 20 times do Brasileirão. As estatísticas compiladas no blog foram calculadas por três sites especializados: Chance de Gol, Infobola e UFMG, através do departamento de matemática da universidade mineira. No quadro montado, no fim do post, citei as chances de título na Série A, de vagas na Taça Libertadores e na Copa Sul-Americana e também o risco de rebaixamento.

Sobre este último tópico, que costuma ser o primeiro objetivo dos clubes nordestinos na competição (seguindo depois com as vagas internacionais), vale destacar que a zona de rebaixamento começa a ganhar uma cara definitiva, com três dos quatro integrantes tendo mais de 75% de chance de queda, considerando os cálculos das três fontes. No caso, Coritiba (18º), Botafogo (19º) e Goiás (20º) parecem encaminhados à Série B.

Ou seja, neste momento há uma espécie de “dança das cadeiras” para fugir da última vaga, hoje ocupada pelo Vasco. Entretanto, o clube carioca tem um jogo a menos, que deixa o cenário ainda mais nebuloso. Falando nisso, a tabela atual, na 23ª rodada, conta com 226 jogos realizados, em vez de 230, uma vez que quatro partidas foram adiadas.

Voltando ao Z4, o clube mais ameaçado, entre aqueles acima da zona, é o Sport. Outrora com 8 pontos de vantagem, hoje o leão pernambucano tem apenas 1 ponto à frente. O Sport leva vantagem sobre o Vasco nas avaliações do Infobola e da UFMG, mas já está atrás no Chance de Gol. Indo um pouco mais à frente da tabela, vale o destaque sobre os índices elevados de Fortaleza, Ceará e Bahia visando a Sul-Americana – que tem representantes do NE de forma contínua desde 2009. Para este torneio, os percentuais do trio oscilam de 28% a 75%. E mesmo na Libertadores, através do G6, ainda há chance, com cerca de 5%.

Leia mais sobre o assunto
A classificação da Série A de 2020 após a 23ª rodada; rivais cearenses no top 10

Pontuação mínima para a permanência via Chance de Gol
40 pts – 50%
41 pts – 60%/70%
42 pts – 80%
43 pts – 90%/95%
44 pts – 97%/99%

Pontuação mínima para a permanência via UFMG
40 pts – 15,4%
41 pts – 32,8%
42 pts – 55,4%
43 pts – 76,4%
44 pts – 90,5%

Antes do quadro completo, um resumo dos representantes do NE no recorte. Apesar da diferença de 4 pontos, com o quarteto acima do Z4, os percentuais dão um tom mais real ao rendimento de cada um, considerando cenários como mando de campo e últimos jogos.

Fortaleza (29 pontos; 9º lugar)
Título: 0% a quase 0%
Libertadores: 1,0% a 4,9%
Sul-Americana: 46,8% a 75,6%
Rebaixamento: 1,0% a 11,0%

Ceará (29 pontos; 10º lugar)
Título: 0% a quase 9%
Libertadores: 1,0% a 6,3%
Sul-Americana: 51,8% a 69,0%
Rebaixamento: 2,0% a 9,0%

Bahia (28 pontos; 13º lugar)
Título: 0% a quase 0%
Libertadores: 1,0% a 5,5%
Sul-Americana: 28,5% a 44,7%
Rebaixamento: 13,0% a 14,6%

Sport (25 pontos; 16º lugar)
Título: 0% a quase 0%
Libertadores: 0% a 1,1%
Sul-Americana: 2,9% a 22,7%
Rebaixamento: 33,0% a 64,4%

O quadro abaixo é interativo. Para “ranquear” a opção desejada, basta clicar nas setinhas ao lado do nome de cada tópico, para cima ou para baixo. O quadro segue a ordem título, Libertadores, Sula e rebaixamento (n/d = não disponível; P = posição no respectivo ranking). Para uma melhor visualização do quadro, caso esteja acessando num celular, basta virar a tela do aparelho.


Compartilhe!
  •  
  • 4
  •  
  •