Compartilhe!
  •  
  • 13
  •  
  •  

Alguns dos troféus reformados para o museu tricolor e o logo especial do Bahia no aniversário.

Pelo segundo ano seguido, o Bahia dá um passo importante na sua estrutura no dia do seu aniversário. Quando completou 89 anos, homenageou o técnico Evaristo de Macedo com o nome oficial do CT erguido em Dias d’Ávila. Agora, com o emblemático 90º aniversário, confirmou a abertura do seu museu, construído dentro da Fonte Nova, tornando o estádio, onde tem parceria firmada, ainda mais em sua casa.

Na área externa da arena de Salvador já havia a Loja Esquadrão, um estabelecimento oficial do clube. Agora, na “ferradura”, na alça à direita das cabines de tevê, um espaço para contar a sua história, a partir de janeiro. Com 1.200 m², o “Museu do Bahia” tem uma vista tanto para o campo quanto para o Dique do Tororó.

O projeto foi tocado, em parte, com dinheiro de vaquinhas online, com o clube juntando R$ 176 mil – e mais R$ 600 mil via patrocínio. O processo de restauração de troféus, imagens históricas (de ídolos, jogos e momentos) e vídeos ocorreu paralelamente. Neste 1º de janeiro, o Bahia anunciou que o espaço contará inclusive com taças inéditas para o público, além das peças mais requisitadas, a Taça Brasil de 1959 e o Campeonato Brasileiro de 1988. Além de espaços fixos no local, haverá uma área para exposições especiais/temporárias.

Afinal, há história pra contar. Em 90 anos foram 2.647 triunfos em 5.222 jogos disputados. Aproveitando, parabéns aos torcedores do tricolor baiano neste 1º de janeiro de 2021!

Abaixo, veja um vídeo sobre a obra do museu na Fonte Nova. Era pra dezembro, ficou pra janeiro.


Compartilhe!
  •  
  • 13
  •  
  •